Agüero perde pênalti, mas City passa pelo Shakhtar e mantém 100%

O duelo no Etihad Stadium marcava o encontro dos líderes do Grupo F. Em embate franco e válido pela segunda rodada da Liga dos Campeões, melhor para o mandante Manchester City, vitorioso sobre o Shakhtar Donetsk com 2 a 0 no placar. Os artilheiros desta terça-feira foram De Bruyne, este autor de um golaço, e Sterling. Agüero ainda perdeu um pênalti, o que não foi lamentado.

O triunfo deixa o time de Pep Guardiola com seis pontos, mantendo-se com 100% de aproveitamento na Champions e na liderança do grupo. O Shakhtar, por sua vez, estaciona nos três pontos, porém, pelo quesito saldo de gols, não sai do segundo posto.

O JOGO

Guardiola optou por entrar com Gabriel Jesus, Agüero e Sané na linha ofensiva. No flanco direito, o brasileiro, poupado no Campeonato Inglês no fim de semana passado, se movimentou bem e deixou De Bruyne na cara do gol, logo no início do confronto. O meia belga desperdiçou a oportunidade mais clara dos donos da casa nos primeiros 45 minutos.

Por falar em brasileiro, o Shakhtar Donetsk contou com cinco atletas tupiniquins no time titular; Dentinho entrou na segunda etapa no lugar de Marlos. Os ucranianos dificultaram as ações dos ingleses e, mesmo fora de casa, quase igualaram na posse de bola e criaram boas oportunidades, sobretudo com arremates de fora, obrigando Ederson a trabalhar - e muito.

Após o intervalo, que já não teve Jesus, substituído por Sterling, possivelmente pelo inglês estar mais habituado a executar o corredor, os torcedores do City viram De Bruyne, agora com o pé calibrado, acertar um lindo chute aos dois minutos, no ângulo: 1 a 0.