Adversário do Santos na Libertadores, San Lorenzo vive momento de baixa na temporada – veja

Antonio Mota
·2 minuto de leitura

Adversário do Santos na terceira fase prévia da Conmebol Libertadores, o San Lorenzo (ARG) não largou nada bem na temporada. Até o momento, o Club de Papa disputou dez partidas no novo calendário competitivo (2021) e ganhou apenas três vezes, sendo uma no Campeonato Argentino, uma na Copa da Argentina e outra na própria Libertadores.

O El Ciclón venceu o Arsenal Sarandí na abertura do torneio doméstico e depois não venceu mais na competição, tendo acumulado três derrotas (2 a 0 para o Colón, 4 a 0 para o Córdoba e 2 a 1 para o Aldosivi) e dois empates (1 a 1 Huracán e 0 a 0 Banfield). Já na Copa da Argentina, o San Lorenzo bateu o Liniers (3 a 0) e depois perdeu – e foi eliminado – para o Defensa y Justicia (2 a 0).

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A salvação do San Lorenzo até o momento fica por conta da Libertadores, na qual disputou duas partidas: empatou (1 a 1) e venceu (2 a 0) o Universidad de Chile na segunda fase do torneio continental. Agora, eliminado na Copa da Argentina, em baixa no Campeonato Argentino e em má fase, o clube vai ter que se preparar para pegar o Santos.

Finalista da Conmebol Libertadores de 2020, o Peixe também não vive um grande momento. Em 2021, o Alvinegro Praiano disputou seis partidas, com duas vitórias (2 a 1 no Deportivo Lara e 2 a 1 no Ituano), três empates (2 a 2 contra o Santo André, 1 a 1 frente à Ferroviária e 1 a 1 diante do Deportivo Lara) e uma derrota (4 a 0 para o São Paulo). Vale notar que o Santos poupou boa parte de seus titulares em algumas partidas.

Santos x San Lorenzo

Santos e San Lorenzo vão se enfrentar nos dias 6 (ida) e 13 (volta) de abril. A primeira partida vai ser realizada em Buenos Aires, na Argentina. O segundo embate, porém, segue com local a confirmar, uma vez que não há certezas de que o duelo poderá acontecer na Vila Belmiro.

Caso o confronto de volta não possa ocorrer no Brasil, devido à pandemia da Covid-19, o duelo poderá ser remanejado para o Paraguai.

Com informações da Gazeta Esportiva.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.