Adversário do Corinthians na primeira fase da Copa do Brasil quase desistiu de jogar o torneio

Fábio Lázaro
·3 minuto de leitura


O sorteio da primeira fase da Copa do Brasil, realizado na última terça-feira (2), colocou o Corinthians frente a um adversário que teve um 2020 especial, mas um início de 2021 repleto de incertezas. Trata-se do Salgueiro, atual campeão pernambucano, na primeira vez que um time do interior conseguiu o feito, mas que chegou a pedir desistência, tanto do torneio nacional, quanto da Copa do Nordeste, alegando falta de recursos.

Com dificuldades financeiras, principalmente por conta do corte do patrocínio que vinha da prefeitura da cidade, o Carcará encaminhou um ofício a Federação Pernambucana de Futebol no início de fevereiro, onde informou a desistência, tanto de participar da Copa do Brasil, quanto da Copa do Nordeste. No entanto, um dia após a equipe voltou atrás e resolveu participar das competições alegando pressão por parte da torcida salgueirense.

Em uma entrevista coletiva concedida no mesmo dia em que protocolou a "desistência da desistência", o presidente do Salgueiro, João Guilherme da Luz, se contradisse quanto ao interesse do Náutico em relação a vaga, e que já tinha adiantado a cota de participação da Copa do Brasil.

Título pernambucano

Após uma campanha muito positiva na primeira fase, onde ficou em segundo colocado, com cinco vitórias, um empate e três derrotas, garantindo vaga direta na semifinal, onde bateu o Afogados por 3 a 0. Na decisão, foram dois empates, 1 a 1 e 0 a 0, contra o Santa Cruz, primeiro colocado nos pontos corridos, e invicto na competição, conquistando o título nos pênaltis.

>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

Base pra 2021

Com a crise financeira, o Salgueira perdeu alguns destaques da última temporada, como o atacante Renato Henrique, artilheiro do time na Série D de 2020, que acertou com o Hercílio Luz, de Santa Catarina. Além dele, nomes como Muller Fernandes, Daniel Nazaré e Ciel deixaram o Carcará, que, por sua vez, reforçou jogadores como Aruá, Felipe Baiano, Hericles, Carlos Henrique, Evandro, Emanuel e Cássio Ortega.

Para melhorar a sua condição monetária, a diretoria salgueirense tem feito algumas ações a fim de envolver os torcedores, como planos de sócio torcedores e até mesmo conta para transferência via PIX.

Nesta temporada, o time pernambucano tem duas vitórias, ambas no Estadual, contra Afogados e Sport, e uma derrota, na estreia da Copa do Nordeste, contra o Bahia.

Técnico português

O grande reforço do Salgueiro para a temporada de 2021 foi a permanência do técnico português Daniel Neri. O profissional, de 41 anos, foi o comandante da equipe pernambucana no importante título estadual, mas não conseguiu cumprir a promessa do acesso do clube ao Série C, sendo que ele foi eliminado nas oitavas de final para o Altos, do Piauí.

Com passagens pela base e times principais do Progresso e Dragon Force, de Portugal, e depois veio para o Brasil, onde passou pelas categorias de formação de equipes pernambucanas como Porto, onde também chegou a treinar o time profissional, e Sport, antes de chegar ao Salgueiro, em 2019.

Pelo Carcará, Daniel tem 52 jogos, com 21 vitórias, 19 empates e 12 derrotas.