Adversária do Flamengo na Copinha, Aparecidense tenta se desdobrar e surpreender em campo


Superar a disparidade do Flamengo tornou-se um lema da Aparecidense às vésperas do confronto pelo Grupo 5 da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Nesta quinta-feira (5), às 21h45, no Estádio Zezinho Magalhães, a equipe goiana busca forças para tentar surpreender os rubro-negros.

Com apelido de Camaleão, o time tenta se redimir da derrota por 1 a 0 para o XV de Jaú em sua estreia e aposta no brio de seu elenco para sair de campo mantendo suas chances de classificação para a próxima fase.

- No futebol, não podemos nos lamentar por muito tempo. Nessa competição, que é de tiro curto, temos que virar a página e seguir em frente, independentemente de qual seja o adversário. Tentaremos ser competitivos e bem organizados para buscar surpreender em algum momento do jogo e buscar a vitória - afirmou o técnico Rodrigo Limiro, ao LANCE!.

A Aparecidense montou sua equipe para a Copinha de maneira meticulosa. Porém, há um reconhecimento de que o planejamento exigiu desafios.

- Começamos a pensar nos critérios da preparação ainda em meados do Campeonato Goiano. Assim que a competição terminou, nos voltamos para o trabalho de olho na Copa São Paulo. Temos uma estrutura boa, mas lidamos com uma distância grande em relação ao Flamengo. Jogador do sub-20 do Flamengo é praticamente um profissional - disse o coordenador da base, Valtair Elias.

Rodrigo Limiro reconhece que a equipe encarará desafios perante o Rubro-Negro.

- Sabemos que a equipe do Flamengo é muito forte fisicamente, por isso temos que ter um poder de concentração - disse o treinador.

Flamengo Floresta Copinha
Flamengo Floresta Copinha

Técnico da Aparecidense exaltou favoritismo do Flamengo (Foto: Paulo Neto/Flamengo)


Aos seus olhos, o fato da equipe da Gávea ter empatado com o Floresta na estreia não muda o panorama do jogo.

- Independentemente do resultado do Flamengo na estreia, sempre temos que estar motivados para jogar contra uma equipe tão grande como a deles. O carisma que eles têm também é grande - assegurou.

A motivação se estende a quem vai a campo. O defensor Marcelo Marinho expôs sua expectativa pelo confronto.

- Sabemos que é uma partida muito importante para nossa sequência na Copinha. Estamos preparados e motivados para fazer uma boa partida e sair com o resultado positivo - disse.

O zagueiro sente um gostinho a mais por vivenciar a atual disputa da Copinha.

- É uma oportunidade muito grande, ainda mais para mim, pois é a minha última competição sub-20. Estou buscando um espaço no time profissional esse ano. Acredito que isto seja mais uma motivação. Como é meu último campeonato de base, quero terminá-lo da melhor maneira possível - afirmou.


Marcelo Marinho ainda tem a função de ser o capitão da Aparecidense. E não esconde os desafios que enfrenta em campo.

- É uma responsabilidade enorme, né? Minha função é sempre conversar com o grupo, apoiar e passar confiança - disse.

Em meio a muita luta, a Aparecidense tenta atalhos para superar o Flamengo e continuar a sonhar com as próximas fases na Copinha.

- Nossa equipe está bem concentrada e unida para essa partida. Sabemos da dificuldade do jogo, porém não temos outra alternativa a não ser a vitória. Vamos manter o equilíbrio e tentar fazer um jogo com uma grande concentração para poder nos reabilitar dentro da competição - disse o técnico Rodrigo Limiro.

Sobram entusiasmo e fé neste jogo.