Adrien Rabiot volta a Turim para treinar com a Juventus

AFP
Rabiot jogou em 24 partidas com a camisa da Juventus
Rabiot jogou em 24 partidas com a camisa da Juventus

O meia francês da Juventus, Adrien Rabiot, voltou a Turim na noite desta quarta-feira, horas depois de reagir ironicamente a um artigo do jornal 'La Stampa' que, na terça-feira, alegou que ele estava se recusando a voltar ao clube.

Vários meios de comunicação italianos publicaram fotos do retorno de Rabiot à cidade, depois que o meia se estabeleceu na Riviera Francesa quando o confinamento na Itália começou.

Rabiot era o último jogador estrangeiro da Juventus, juntamente com o argentino Gonzalo Higuaín, que ainda não havia retornado à Itália, apesar de o treinamento individual ter sido autorizado desde 4 de maio. Por serem exercícios voluntários, a imprensa considera que o francês não violou nenhuma regra.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A polêmica surgiu quando o La Stampa relatou que Rabiot havia ficado "em sua casa na Côte d'Azur sem justificativa ou autorização", como uma medida de protesto contra o acordo no clube de diminuir os salários dos jogadores para minimizar as consequências econômicas causadas pela pandemia de coronavírus.

"Quando você percebe que é seu último dia de... greve!", escreveu Rabiot com ironia no Instagram.

Contactada pela AFP, a Juventus não quis comentar este assunto.

A grande maioria dos jogadores estrangeiros já está na Itália com o objetivo de retomar os treinos coletivos a partir de 18 de maio e os clubes mostraram nesta quarta-feira a intenção de retomar a competição no dia 13 de junho.

Leia também