Adriano rejeitou proposta do São Paulo antes de assinar com Athletico

Yahoo Esportes
Adriano assinou com o Furacão até dezembro do ano que vem (Athletico/Divulgação)
Adriano assinou com o Furacão até dezembro do ano que vem (Athletico/Divulgação)

O São Paulo perdeu a disputa com o Athletico Paranaense pelo lateral-esquerdo Adriano, anunciado como novo reforço rubro-negro na noite desta segunda-feira. O pior é que o Tricolor estava disposto a pagar R$ 20 mil a mais de salário por mês na comparação com o Furacão, de acordo com uma pessoa envolvida nas tratativas.

Ainda assim, Adriano optou pelos R$ 230 mil mensais fixos do Athletico, que podem aumentar graças a uma série de bônus previstos no contrato por objetivos alcançados, como títulos, classificações...

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também

O que pesou foi o comportamento dos dois clubes. O presidente do Conselho Deliberativo do Athletico, Mario Celso Petraglia, e o técnico Tiago Nunes entraram em contato com Adriano para mostrar como ele seria importante. Já no São Paulo, Cuca também telefonou, mas o staff do lateral se incomodou com a conduta de Alexandre Pássaro, gerente executivo de futebol do clube.

De acordo com apuração do Blog, Pássaro demorou para fazer uma proposta. Diante disso, o atleta encaminhou o acerto com o Athletico. Quando o São Paulo enfim apresentou sua oferta, o jogador já havia tomado sua decisão.

Adriano está com 34 anos e chega à Arena da Baixada sem custos, já que seu contrato com o Besiktas, da Turquia, terminou no mês passado. Com passagens também por Coritiba, Barcelona e Sevilla, ele assinou contrato até dezembro de 2020 com o Furacão.

Sua estreia na Libertadores dependerá da passagem do time às quartas de final, já que Adriano não foi inscrito a tempo para disputar as oitavas contra o Boca Juniors. O jogo de ida, inclusive, está marcado para esta quarta-feira, em Curitiba.

Siga o Yahoo Esportes: Twitter | Instagram | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também