Adesanya provoca Jon Jones e projeta ‘superluta’ para 2021 em estádio de futebol

AgFight

Durante a semana, Jon Jones afirmou que ele não precisa encarar Israel Adesanya por conta do já consagrado currículo no esporte. E, durante a coletiva de imprensa do UFC 248, realizada nessa sexta-feira (7), foi a vez do campeão peso-médio (84 kg) adotar a mesma postura. O astro nigeriano deixou claro que não tem a obrigação de medir forças com ‘Bones’, mas que a ‘superluta’ entre os dois é um desejo pessoal seu.

Durante a cerimônia, ‘The Last Style Bender’ aproveitou para provocar o rei dos meio-pesados (93 kg) por conta de seu polêmico histórico com uso de substância proibidas pela USADA (agência antidoping americana). Israel também usou sua empolgação para projetar um confronto com Jones em 2021 no estádio de futebol americano dos ‘Las Vegas Raiders’ – ainda em construção, que terá capacidade para comportar mais de 70 mil pessoas.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Não. Não, eu não preciso (lutar com Jones), mas eu quero. Não preciso mas quero, Dana, avise ao Mark (proprietário do Las Vegas Raiders) para agendar essa data, estádio dos Raiders em 2021, Semana Internacional da Luta, vai acontecer”, projetou Adesanya, antes de se irritar com outra pergunta sobre seu desafeto.

“F***-se o Jon Jones. Isso é sobre o UFC 248. Chega de falar desse filho da p***. Esse ‘picto-maricas’ (em alusão ao caso de doping com ‘pictogramas’ – quantidade ínfima de uma substância). Esse cabeçudo cheio de ‘pictoroide’. F***-se essa pu***. Já encerramos com ele”, completou o nigeriano.

Adesanya entra em rota de colisão com Yoel Romero no dia 7 de março, em luta programada como ‘main event’ do UFC 248. Por ora, o nigeriano deixou claro seu interesse em se manter entre os pesos-médios e defender seu cinturão contra os principais postulantes ao título da categoria. Desta forma, uma ‘superluta’ com Jones seria improvável de sair do papel ainda nesta temporada.

Leia também