Acusado de agredir ex-esposa e sua irmã mais nova, Giggs se declara inocente em Tribunal inglês

LANCE!
·1 minuto de leitura

Ryan Giggs, ex-técnico do País de Gales, compareceu ao Tribunal de Manchester pela primeira vez e se declarou inocente das acusações de ter agredido sua ex-esposa, Kate Greville, e sua irmã, Emma Greville, no último dia primeiro de novembro.

Além das agressões, o ex-meia também é acusado por controle e comportamento coercitivo durante a relação com Kate, que durou entre 2017 e 2020. Segundo a promotora Andrea Griffiths, o treinador isolava a mulher das relações sociais com amigos e colegas de trabalho.

Leia também:

As irmãs não compareceram a audiência que durou cerca de 13 minutos. Por conta das acusações, Giggs não irá comandar o País de Gales na Eurocopa e a seleção será dirigida por Robert Page. No entanto, o futuro do técnico segue indefinido.