Acordo vai melar? Ceni cita até Vila Belmiro como opção ao São Paulo para grama sintética de arena do Palmeiras


Mesmo sem ainda ter a liderança de seu grupo confirmada, o São Paulo estuda nos bastidores onde poderá jogar diante do Água Santa, o outro classificado na Chave B do Campeonato Paulista, em possível duelo como mandante pelas quartas de final da competição.

No sábado (25), após a derrota por 1 a 0 sobre o São Bernardo, em pleno Morumbi, o técnico Rogério Ceni revelou que avalia alternativas ao Allianz Parque, arena do rival Palmeiras. O motivo: a grama sintética do local, que preocupa o ex-goleiro. E a sugestão do treinador envolve até jogar na Vila Belmiro, casa de outro adversário tradicional: o Santos.


+ ATUAÇÕES: Ninguém vai bem no São Paulo, e substituições de Ceni não têm efeito na derrota

- O gramado sintético exige uma preparação diferente. Eu acho que o acordo… eu não sei exatamente sobre o acordo, mas prevê até um treinamento adaptativo para a véspera do jogo, caso esse jogo aconteça no Allianz Parque. Dentro dos gramados que nós temos aqui… o gramado da Vila Belmiro, em tese, é um bom gramado… eu não sei como estão as condições de Barueri no momento… são os campos mais próximos daqui. E também há esse acordo, que eu não sei como é feito, eu não sei para que fase é… mas, dentro das possibilidades apresentadas, nós vamos escolher o melhor gramado possível. Se uma das possibilidades for jogar no Allianz Parque, nós vamos estudar e analisar, para fazermos uma boa escolha.

O LANCE! revelou na última quarta-feira (22) que o Tricolor já atuava nos bastidores junto à FPF (Federação Paulista de Futebol) uma hipotética mudança de data do confronto para poder usar o Morumbi.

A casa tricolor ficará interditada entre os dias 10 e 18 de março para uma série de seis shows da banda britânica de pop-rock Coldplay.

Até por causa disso, o São Paulo acertou uma parceria com o rival Palmeiras. Liberou o seu estádio para o time alviverde jogar contra o Santos, no início do mês, e em troca usaria o Allianz Parque nos duelos decisivos do Paulistão durante os concertos musicais.

Segundo a tabela definitiva da FPF, as quartas do Estadual estão agendadas para acontecer no final de semana do dia 12 de março (domingo). As semifinais ocorrem uma semana depois. Ambas as fases eliminatórias serão em jogo único.

Torcida do São Paulo no Morumbi
Torcida do São Paulo no Morumbi

São-paulinos lotaram Morumbi em tropeço no sábado (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)

ASSUNTO, POR ENQUANTO, É TRATADO COMO SIGILOSO

Oficialmente, os dirigentes tricolores pregam a cautela. Não é para menos. São Paulo e Água Santa chegarão empatados com 20 pontos na última rodada da primeira fase. O clube do Morumbi encara o Botafogo, em Ribeirão Preto (SP). O time de Diadema (SP) faz um clássico regional com o São Bernardo, fora de casa. Ambas as partidas acontecem no próximo domingo (5), às 16h (de Brasília).

Com 11 gols de saldo contra três do adversário de grupo, o São Paulo tem uma vantagem.

- Nós só não temos ainda uma certeza… primeiro, temos que acabar a rodada do próximo domingo, para vermos se nos classificamos em primeiro e se teremos esse direito de mando de campo, e, depois, fazer uma escolha. Se você perguntar se eu quero jogar no Morumbi, é lógico que eu gostaria de jogar no Morumbi. Pelo gramado, pelas condições, pelo torcedor, pela presença de público… - ponderou Ceni.

Nos bastidores, a avaliação do que pode ser feito já começou. E leva em conta o fato de que a possibilidade de usar a arena palmeirense aconteça apenas na semifinal. Isso se o cenário atual não sofrer mudanças. Afinal, além do Morumbi não ter a menor condição de receber o jogo, o Tricolor pode perder a atual segunda melhor colocação geral. Além do mando, poderia ter o próprio Palmeiras, atual líder geral, como adversário.

Para as quartas, o Tricolor quer esperar um cenário mais concreto para sugerir a antecipação de sua partida. Há a esperança de que as detentoras dos direitos de transmissão queiram 'quebrar os jogos', na esperança de poder transmiti-los sem percalços. E também a atuação da Polícia Militar, que pode barrar partidas dos grandes no mesmo dia em São Paulo (SP). Palmeiras e Corinthians também já estão classificados.

Mesmo se alguns setores ficarem fechados, como o próprio rival Palmeiras fez na última final do Paulistão, no Allianz, e o time alviverde prometendo um jogo de compadres, com pagamento mínimo de taxas, o entendimento da diretoria tricolor é que o lucro com o jogo em sua casa ainda assim renderia mais lucros. Assim como adiaria polêmicas para quando de fato não houvesse mais alternativas de se não usar o Morumbi. É aguardar para ver os desdobramentos.

- Logicamente, nós gostaríamos de jogar aqui (Morumbi), mas os shows já estão marcados há muito tempo, então já sabíamos do compromisso. O clube tem que tentar fazer o faturamento de que precisa para tentar colocar sempre as coisas em dia para os atletas e todos os funcionários. Não é o que nós gostaríamos, o que nós queríamos, em caso de termos a vantagem, mas é uma coisa sabida e programada - concluiu Ceni.

> Confira jogos, classificação e simule os resultados do Paulistão-23