"Acho que já fui contaminado", diz Bolsonaro sobre Covid-19

Jair Bolsonaro (Andre Borges/NurPhoto via Getty Images)
Jair Bolsonaro (Andre Borges/NurPhoto via Getty Images)

Por Marcelo Freire

Em um trecho da live desta quinta (11), ao defender o uso da hidroxicloroquina nos tratamentos, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez um comentário no qual levantou a hipótese de ter sido contaminado pelo coronavírus na época em que fez uma viagem aos Estados Unidos, no início de março.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A comitiva presidencial que retornou da Flórida teve pelo menos 23 casos confirmados de covid-19, como o ministro Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e o secretário de Comunicação Social da Presidência, Fábio Wajngarten.

Leia também

Em 15 de março, dias após a viagem aos Estados Unidos – e com o diagnóstico positivo de Wanjngarten já divulgado -, Bolsonaro chegou a se encontrar com apoiadores em Brasília sem utilizar máscara e manuseando o celular deles para fazer selfies.

Naquele mês de março, Bolsonaro fez três exames para constatar se havia contraído o vírus, e informou que eles deram negativo, sem apresentar os resultados – que só foram divulgados, com o negativo confirmado, após determinação do Supremo Tribunal Federal. O acesso aos testes foi pedido judicialmente pelo jornal O Estado de São Paulo.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Apesar disso, nesta quinta, ele levantou a hipótese de ter contraído o vírus na viagem e não ter apresentado sintomas. "Eu acho que eu já fui contaminado, dada a maneira que... vim de um avião dos Estados Unidos para cá com 23 pessoas [que testaram positivo]."

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também