Acessos, campanhas inéditas e construção do CT: uma década que marcou o crescimento do Mirassol

Futebol Latino
·2 minuto de leitura


O Mirassol está a 90 minutos de conquistar o acesso para a Série C do Campeonato Brasileiro. No último sábado (2), a equipe do interior paulista venceu por 2 a 1 o Aparecidense, atuando em casa, no jogo de ida das quartas de final da Série D. O triunfo no primeiro confronto deu ao Leão a vantagem do empate na segunda e decisiva partida, enquanto um empate na soma dos placares levará aos pênaltis.

A promoção nacional confirmaria novamente o crescimento do Mirassol na década. Desde 2011, o Leão vem acumulando conquistas e feitos que o fizeram a ganhar notoriedade no cenário do futebol paulista. E o ano de 2020 é uma prova disto, já que teve a melhor campanha da sua história no Campeonato Paulista com a terceira colocação geral, a maior venda da sua história com a transferência do atacante Felipe Micael e está muito próximo da melhor campanha na quarta divisão nacional.

Atualmente, o Mirassol tem um sexto lugar como a sua melhor campanha na Série D na edição de 2011. Caso venha a conquistar o acesso, consequentemente irá superar esta marca e, mesmo diante de uma eliminação, tem chances de alcançar a quinta colocação geral para fechar a década com chave de ouro.

Década que, aliás, começou com um grande feito. Em 2011, o Leão conquistou a primeira classificação para as quartas de final do Paulistão. Dois anos depois, veio a história goleada de 6 a 2 contra o Palmeiras. Em 2016 o time garantiu o acesso a elite do Campeonato Paulista com o protagonismo do meia-atacante Xuxa, eleito o melhor jogador da competição.

Eduardo Baptista
Eduardo Baptista

Time é treinado por Eduardo Baptista (Léo Roveroni/Agência Mirassol)

Na sequência, em 2019, o clube mostrou a sua força e investiu em infraestrutura com a construção de um moderno centro de treinamento para categorias de base e profissional, tendo a inauguração em 2020 de um um dos locais mais completos do país.

Com tantos momentos inesquecíveis entre 2010 a 2020 que engrandeceram a história do Mirassol, o confronto do próximo sábado (6) pode marcar um verdadeiro "ciclo de ouro".