Acabou o jejum! Náutico bate o CSA e volta a vencer na Série B após seis partidas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Nesta terça-feira (24), o Náutico acabou com o jejum sem vencer que custou a liderança e o G4 da Série B. A equipe viajou até Maceió para enfrentar o CSA e, em seu pior momento no confronto, Vinicius tratou de fazer o gol da vitória na segunda etapa e garantir os três pontos.

Com o resultado, o Timbu chegou aos 33 pontos, a mesma que o Avaí, primeiro integrante do G4, mas está na 6ª colocação. No final de semana, faz clássico nordestino contra o Vitória, no domingo (29), nos Aflitos. Por outro lado, o Azulão estaciona na 10ª posição, com 28 tentos. Agora, a equipe tenta se recuperar diante o Sampaio Corrêa, no sábado (28).

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Impedimentos e Náutico em cima

No primeiro tempo, as equipes começaram a mostrar que queriam jogo e chegaram ao ataque. Náutico chegou com Paiva, e o CSA com Dellatorre, mas ambos estavam em impedimento. Assim como Tailson, que acertou um belo chute no travessão, mas teve o lance invalidado.

Os donos da casa partiram para a bola parada, e Renato Cajá acertou belo chute para defesa de Alex Alves. Aos 19', Rhaldney apareceu na área, em ótimas condições para abrir o placar, mas parou no goleiro Lucas Frigeri, que posteriormente também defendeu bom cabeceio de Vinicius.

Como a defesa do Azulão estava bem postada, Jean Carlos começou a tentar chutes de fora e em um deles quase marcou, tirando tinta da trave. Por fim, Vinicius arrematou para fora. No finalzinho, ainda aconteceu uma checagem em um possível pênalti para o Timbu. Vale lembrar que o VAR está em operação na Série B no segundo turno, mas nada foi marcado, e as equipes foram zeradas para o intervalo.

Parece que o jogo virou... Ou não

Logo na volta do intervalo, em lance pela esquerda, Tailson finalizou forte para ótima defesa de Frigeri. Mais tarde, Bruno Mota tentou da intermediária e obrigou o goleiro Alex Alves a aparecer novamente na partida. Aos 13', o CSA teve sua melhor chance de gol até então. O atacante Dellatorre apareceu na entrada da área e arrematou para defesa de Alex Alves. No rebote, Bruno Mota também parou no arqueiro pernambucano.

Reinaldo entrou no segundo tempo e, em seu primeiro lance, também obrigou Alex a fazer ótima intervenção. O CSA estava melhor na partida, mas em cobrança de escanteio, Jean Carlos achou Vinicius na área, o atacante testou bonito e abriu o placar para o Náutico.

Mais tarde, Jean Carlos recebeu de Paiva, ficou cara a cara com Frigeri, que foi mais esperto e impediu o segundo gol do Timbu.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA
CSA 0 x 1 NÁUTICO
Local:
Estádio Rei Pelé, Maceió-AL
Data/horário: 24 de agosto de 2021, às 21h30 (horário de Brasília)
​Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Assistente 1: Daniel Henrique da Silva (DF)
Assistente 2: José Reinaldo Nascimento (DF)
Árbitro de vídeo: José Claudio Rocha (SP)
VAR: Daiane Caroline Muniz (SP)
Gols marcados: Vinicius (25'/2T) (0-1)
Cartões amarelos: Yuri, Matheus Felipe, Aylon (CSA), Djavan, Rhaldney, Marciel, Vinicius (Náutico)

CSA: Lucas Frigeri; Éverton Silva, Lucão, Matheus Fleipe e Bruno Mota; Yuri, Geovane (Gabriel Tonini - Intervalo), Silas (Yago 37'/2T) e Renato Cajá (Yann Rolim 41'/2T); Marquinhos (Reinaldo 18'/2T)e Dellatorre (Aylon 18'/2T). Técnico: Ney Franco.

NÁUTICO: Alex Alves; Hereda, Camutanga, Rafael Ribeiro e Bryan; Djavan (Marciel 24'/2T), Rhaldney e Jean Carlos (Iago 41'/2T); Tailson, Vinicius (Yago 45'/2T) e Paiva (Guilherme Nunes 41'/2T). Técnico: Marcelo Chamusca.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos