Na abertura do segundo turno da Série B, rivais Guarani e Ponte têm 'decisões' diferentes

·2 minuto de leitura


A primeira rodada do segundo turno da Série B do Brasileirão tem grande importância para os rivais Guarani e Ponte Preta. Enquanto o Bugre pode voltar ao G4, grupo que promove o acesso à elite, a Macaca pode abrir maior distância do Z4 da competição.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

No caso do Bugre, o resultado recente de empate por 1 a 1 com o Botafogo, no Brinco de Ouro, atrapalhou os planos do time de Daniel Paulista de chegar ao Z4. Com 30 pontos e em sexto lugar, a equipe está a apenas um ponto do quarto colocado, o Goiás, e a equipe pode se aproveitar de uma feliz coincidência para entrar no desejado setor dos times garantidos na Série A para 2022.

Isso porque a 20ª Rodada da Série B coloca, frente a frente, os dois times que estão imediatamente à frente do Bugre: Goiás e Sampaio Corrêa, às 16h (de Brasília) do próximo domingo (22). Atuando no sábado (21) contra o Vitória, no Barradão, a equipe paulista conta com o próprio triunfo e um empate dos concorrentes diretos para ter a "rodada dos sonhos" se concretizando.

Já no caso da Ponte, a situação é mais simples, porém bem menos confortável. A equipe dirigida por Gilson Kleina, que havia emendado duas vitórias, perdeu no último compromisso para o líder Coritiba e busca a reabilitação frente ao Brusque, no Moisés Lucarelli, às 20h30 do próximo domingo (22).

Com 19 pontos e em 16º lugar, a Macaca tem a mesma quantidade do 17º Londrina e somente três unidades de dianteira para o 18º Vitória. Logo, qualquer tropeço em casa contra os catarinenses pode significar o retorno ao Z4 enquanto, por outro lado, vencer contando com reveses dos dois citados (especialmente do Londrina) trará uma maior sensação de alívio na luta contra a degola

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos