Abramovich volta atrás em decisão e pode dificultar a venda do Chelsea

Abramovich cobra dívida bilionária pela venda do Chelsea (Foto: AFP)


A novela sobre a venda do Chelsea por Roman Abramovich ganhou mais um capítulo. Segundo o jornal ‘The Times’, o oligarca russo voltou atrás em uma decisão e cobra o pagamento de uma dívida do clube no valor de quase R$ 10 bilhões como parte do acordo pela venda.

> Jogador do Celta de Vigo é condenado a quatro anos de prisão por abuso sexual

Roman Abramovich teve que colocar o Chelsea à venda após sofrer diversas sanções devido à guerra entre Rússia e Ucrânia. Isto devido a sua ligação com o líder russo, Vladimir Putin.

A dívida bilionária que Abramovich quer incluir como parte da venda é devido a um empréstimo feito pela Camberley International Investments à Fordstam, empresa que controla as ações financeiras do clube. Porém, o oligarca tinha dito que não pretendia lucrar com a negociação do Chelsea e que o valor seria direcionado às vítimas da guerra.

Esta nova exigência pode melar a negociação em andamento com Todd Boehly, americano que ofertou 3 bilhões de dólares pela compra do clube na semana passada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos