Abel revela 'surpresa' com reação do Cruzeiro após tropeço contra a Chapecoense

Nathália Almeida

​Há exatos oito dias, o ​Cruzeiro sofria um fortíssimo baque em sua luta contra o rebaixamento. Na Arena Condá, a equipe mineira vencia a Chapecoense por 1 a 0 até o último lance do jogo, quando o meia Camilo foi às redes e sacramentou o empate. Entre olhares atônitos e choro nos vestiários, o tropeço foi duro de ser assimilado por elenco e torcedores celestes. Para muitos, não haveria escapatória após um episódio tão desolador.


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

Mas o natural abatimento não veio, muito pelo contrário: o elenco do Cruzeiro transformou aquele resultado frustrante em combatividade, assumindo outra postura nos jogos seguintes. Mais determinado e unido, o time mineiro somou duas vitórias gigantes contra São Paulo e Corinthians, clubes que brigam por vaga na Libertadores. Como destaca o ​UOL Esportes, a reação celeste vem surpreendendo até mesmo o treinador da equipe, Abel Braga.

"Eu não sei se estou certo no que vou te responder, porque eu pensei no efeito contrário. Houve lágrimas no vestiário, eu pensei: 'Não sou formado em psicologia, como vou levantar esses caras?'. Como iria mudar isso? Só pensava que, na quarta-feira, tinha, o São Paulo. Fomos bem e pagamos o preço hoje. Eu estava errado, porque pensei que eles não reagiriam bem e eles reagiram muito bem ao empate", contou.

Ederson,Walter
Ederson,Walter

Perguntado sobre seu papel no crescimento da Raposa, o veterano comandante rechaçou qualquer reconhecimento, atribuindo a melhora ao seu grupo de jogadores: "O que está acontecendo não tem nada a ver comigo, tem a ver com os jogadores. A única coisa que faço é que eles estão correndo por mim", concluiu.


Leia também