Abel queria 'quatro ou cinco gols' e avisa: 'Amanhã ninguém vai ter pena'

João Mércio Gomes

Menos de 72 horas depois de disputar vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil, o Fluminense teve mais uma decisão no Maracanã - e outro 3 a 0 no placar. O resultado deixou Abel Braga encantado com a equipe, que manteve a postura e, mesmo com a vantagem do empate, continuou atacando o rival. Para ele, a atuação e a postura ofensiva surpreendeu o adversário.

- Esse foi um jogo especial. Há muito tempo que eu não vejo uma atuação dessa. Nós fizemos essa partida sem ter completado 72 horas da partida com o Goiás. Não abdicamos de fazer mais gols. Estou simplesmente maravilhado. Ninguém ia imaginar que o Fluminense, com a vantagem do empate, ia marcar em cima o Vasco.

Satisfeito, o treinador ainda disse que poderia ter aumentado o placar nos minutos finais e alertou a equipe sobre como lidar nessas situações.

- Eu não consigo esconder a minha satisfação, eles buscaram o gol desde o início. Aqui é assim, vamos para a morte, não deu pede para sair. Queria ter feito quatro, cinco. Se amanhã, eu estiver perdendo de 3 a 0 ninguém vai ter pena do meu time.






E MAIS: