Abel Ferreira tem chance de entrar para o grupo de técnicos mais vitoriosos do Palmeiras com menor número de jogos

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·2 minuto de leitura


Abel Ferreira voltou a comandar o treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol e iniciou o trabalho de olho nas duas decisões que o clube tem pela frente em abril: Recopa Sul-Americana e Supercopa do Brasil. Responsável por colocar o Verdão na disputa dos dois títulos, uma vez que foi campeão da Libertadores e Copa do Brasil, o treinador tem a oportunidade de entrar no grupo dos técnicos mais vitoriosos do clube com o menor número de jogos.


Vanderlei Luxemburgo, antecessor de Abel, é o mais vitorioso à frente do Palmeiras. São oito títulos oficiais em 411 compromissos. Oswaldo Brandão, comandante com mais jogos como técnico da história do clube, levantou sete taças em 586 partidas no banco de reservas.

>> Confira e simule a tabela do Paulistão

A lista segue com Luiz Felipe Scolari, vencedor de seis torneios em 484 jogos, somando todas as passagens dele. Dois estrangeiros completam o grupo dos cinco primeiros: os uruguaios Ventura Cambom e Humberto Cabelli. Cambom treinou o Alviverde 294 vezes. Já Cabelli tem 78 partidas.

Abel Ferreira tem dois títulos em 32 partidas. Desde a chegada ao clube, em novembro passado, o Palmeiras entrou em campo em 40 oportunidades, porém o time foi treinado pelos auxiliares João Martins ou Vitor Castanheira quando o português esteve suspenso, com Covid-19 e, mais recentemente, no recesso em Portugal ao lado da família. No total, foram oito prélios sem a presença de Abel no banco de reservas.

>> As últimas movimentações do mercado da bola

O técnico voltará a comandar a equipe na próxima quarta-feira (7), no jogo de ida da Recopa Sul-Americana contra o Defensa y Justicia, em Buenos Aires. Posteriormente, disputará a Supercopa do Brasil contra o Flamengo, no domingo (11), e voltará a enfrentar os argentinos na quarta (14), em dois duelos no Mané Garrincha.

Caso mantenha os 100% em finais pelo Palmeiras, Abel entrará para o seleto grupo dos técnicos mais vencedores da história centenária palmeirense, com o mérito de ter conquistado o feito em menos jogos.

Técnicos com mais títulos oficiais pelo Palmeiras:

Vanderlei Luxemburgo: 8 títulos / 411 jogos
Paulista (1993, 1994, 1996, 2008 e 2020), Brasileiro (1993 e 1994) e Rio-SP (1993)

Oswaldo Brandão: 7 títulos / 586 jogos
Campeonato Paulista (1947, 1959, 1972 e 1974), Brasileiro (1960, 1972 e 1973)

Luiz Felipe Scolari: 6 títulos / 484 jogos
Copa do Brasil (1998 e 2012), Mercosul (1998), Libertadores (1999), Rio-SP (2000) e Brasileiro (2018)

Ventura Cambom: 4 títulos / 294 jogos
Campeonato Paulista (1944 e 1950), Mundial Interclubes (1951) e Rio-SP (1951)

Humberto Cabelli: 4 títulos / 78 partidas
Campeonato Paulista (1932, 1933 e 1934) e Rio-SP (1933)