Abel Ferreira não poupa arbitragem da Supercopa: ‘Só duas grandes equipes em campo ao invés de três’

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·1 minuto de leitura


O Palmeiras foi derrotado nos pênaltis pelo Flamengo em jogo valendo a taça da Supercopa do Brasil, após o empate por 2 a 2 no tempo normal.

>> ATUAÇÕES: Raphael Veiga é o destaque do Palmeiras na Supercopa

O técnico Abel Ferreira foi expulso por reclamação ainda no primeiro tempo, ao reclamar da falta de critério do árbitro Leandro Vuaden na aplicação dos cartões amarelos. Em entrevista coletiva após o jogo, o treinador português não deixou de criticar a arbitragem:

– Tenho que dar o parabéns para o nosso adversário que conquistou mais um troféu. Duas grandes equipes em campo. Em finais, gostamos de ver três grandes equipes em campo. Hoje, infelizmente, só vimos duas - desabafou.

O Palmeiras foi punido com diversos cartões amarelos desde o começo da partida e viu tanto Abel Ferreira quanto o auxiliar João Martins serem expulsos, enquanto o número de cartões aplicados contra o Rubro-Negro foi menor. Abel lamentou o resultado, mas deixou claro que o desempenho da equipe foi satisfatório:

– A Família Palmeiras seguramente está triste com o resultado, mas tem que ficar orgulhosa pelo que a equipe produziu nos 90 minutos. Foi um jogo “olhos nos jogos”. Falei que jogaríamos com caráter e personalidade - ponderou o comandante.

O Palmeiras volta a campo na quarta-feira (14), no mesmo Mané Garrincha, contra o Defensa y Justicia, pela decisão da Recopa Sul-Americana. Na Argentina, o Verdão venceu o jogo de ida por 2 a 1.