Abel Ferreira desmistifica declaração pré-jogo do Palmeiras: ‘Acho que meu português é diferente’

·2 minuto de leitura


Após a derrota do Palmeiras para o Flamengo por 1 a 0 neste domingo (30), pela estreia do Brasileirão 2021, Abel Ferreira explicou uma declaração feita no pré-jogo, que gerou interpretações polêmicas entre os torcedores.

O treinador esclareceu um trecho em que comentava sobre a cultura do futebol brasileiro de demitir técnicos com frequência, fazendo referência à demissão de ontem de Alberto Valentim que estava no Cuiabá. O português havia afirmado que 'esperava ser demitido' no Verdão.

>> ATUAÇÕES: Weverton e Rony vão bem, mas não evitam derrota do Palmeiras para o Flamengo
>> Confira a tabela do Brasileirão 2021 e faça sua simulação

– Sinto que o português de Portugal é diferente do português do Brasil. Acabei a coletiva de imprensa contra o São Paulo dando parabéns ao clube, ao treinador e aos jogadores. Mas ninguém passou isso. Acho que meu português é diferente. Acho que tenho que começar a falar mais devagar, porque me entendem mal. A declaração era dentro de um contexto – iniciou Abel, relatando a confusão no entendimento da fala.

– A pergunta feita foi se eu estava chateado com o futebol brasileiro. Disse que estava eternamente grato ao futebol daqui, porque foi aqui que ganhei meus primeiros títulos. Na sequência, teve ainda hoje a demissão de um treinador. Dentro dessa perspectiva, disse que “eu, ainda hoje, não havia sido despedido”. Foi só isso que disse – terminou a explicação.

O treinador também fez críticas a uma parte da imprensa, que, segundo ele, não foi justa ao repercutir suas declarações na coletiva pós-jogo contra o São Paulo, pela decisão do Paulistão.

– Fiquei externamente aborrecido porque não passaram os últimos 30 segundos da coletiva de imprensa depois de perder para o São Paulo. Só pode ser de má fé. Ou não sei… Mas eu falo para os jogadores: tudo o que vem de fora tem que nos tornar mais fortes. Tenho pena de alguns da imprensa, não posso colocar tudo no mesmo saco, pois alguns passam a mensagem de forma correta. Sei que para ter cliques, tem que ser sensacionalista.

Além disso, Abel ponderou sobre a atuação do Verdão pontuando que sua equipe foi superior na primeira etapa, mas deixou a desejar em eficácia. Sobre a outra metade, ele reconheceu os méritos do Rubro-Negro para decidir o duelo.

– No primeiro tempo foi um jogo muito equilibrado e as grandes oportunidades foram nossas. Fomos melhores. Deveríamos ter feito um gol e não conseguimos. O goleiro deles fez uma defesa incrível. Futebol é isso. Na segunda parte, o Flamengo foi melhor. Conseguiu, com o Bruno Henrique, desequilibrar. O jogo se decidiu na qualidade individual – analisou o técnico do Alviverde.

Tentando recuperar-se de um momento de oscilação, o Palmeiras, de Abel Ferreira, volta a campo nesta quinta-feira (3) às 21h30 contra CRB pela terceira fase da Copa do Brasil 2021, a estreia do clube na competição.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos