Abel Ferreira cita calendário e se irrita: 'Isso é coisa de loucos'

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·1 minuto de leitura

Depois do empate com o Botafogo, Abel Ferreira, treinador do Palmeiras, falou sobre o calendário apertado e o pouco tempo entre o jogos e, apesar do visível incômodo com o tema, preferiu lembrar que o maior objetivo era não ter casos de lesões.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

- Em relação ao calendário temos muito a falar, mas estou cansado de falar nisso. Vamos nos preparar, tivemos um dia pra preparar pro jogo. O mais importante para mim era que ninguém se lesionasse - ponderou.

Leia também:

Questionado sobre a morna partida contra os cariocas, Abel lembrou que o Fogão vinha para a partida muito melhor preparado.

- O adversário chegou aqui soltinho, leve, fresquinho. Sabíamos que na segunda parte teríamos mais dificuldade para marcar o gol, devido a preparação ruim que tivemos para o jogo.

Pedindo por melhorias, o português cobrou da alta cúpula do futebol nacional que compreenda que há um problema a ser resolvido e que a manutenção dessa agenda é inviável.

- Acho que quem manda tem que pensar o que quer fazer com tanto jogo. Temos que repensar. Por que que temos que ter jogo ida e volta em todos os jogos da Copa? Eu olho muitas vezes o que fazem os melhores e adaptam ao meu contexto. Por que temos que ter essas sobrecarga de jogos? Isso é de loucos - cobrou Abel.

Abel e seus jogadores embarcaram na noite da última terça-feira (02) rumo ao Catar para a disputa do Mundial de Clubes da FIFA.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos