Abel Braga revela o que disse aos jogadores no vestiário: 'Xinguei todos'

Matheus Dantas
Abel Braga ainda decidirá se escalará reservas contra Madureira e Flamengo, nas rodadas finais de Taça Rio, e destaca importância da Copa Sul-Americana na temporada do Flu

Após a grande vitória de virada do Fluminense sobre o Botafogo, por 3 a 2 no Estádio Nilton Santos, o técnico Abel Braga foi claro ao revelar como foi o papo no vestiário tricolor no intervalo, quando o rival ainda vencia o jogo por 2 a 0.

- Xinguei eles. Mandei eles tomarem naquele lugar. E depois se tornou uma das vitórias mais importantes da minha carreira. Estava vendo a equipe passear em campo. Por sorte, eles trabalham muito, não tomamos três ou quatro (no primeiro tempo) - comentou o comandante, antes de complementar:

- Treinamos a marcação pressão em cima da nossa defesa. A gente imaginava isso e treinou, mas tomamos dois gols com bola perdida no ataque. Faltou voz no intervalo e sobraram lágrimas no fim do jogo. Não tenho palavras - afirmou.

Além da bronca e da motivação, Abel Braga fez duas substituições no intervalo que ajudaram no crescimento da equipe: Luiz Fernando e Henrique Dourado deram lugar a Wendel e Pedro. Os garotos entraram bem e o Abel comentou uma pouca sobre a diferença da equipe do primeira para a segunda etapa.

- Mudou a atitude, a dinâmica, passamos a marcar em cima. Clássico é muito complicado. Quem viu o primeiro tempo achou que poderia acabar, 4 ou 5 a 0 para eles. Podíamos sair daqui degolados. Mas é trabalho. Se eles não confiassem em mim não seria como foi. Confiamos no Nogueira, Wesley, Reginaldo... O sabor que sentimos no primeiro tempo mexeu com a gente. Nos fez acordar, mas eu não sou protagonista de nada. Fiz o que todo treinador teria que fazer. Não retiro nada do que falei no intervalo, disse para eles.

AUSÊNCIA DE OREJUELA

Não sentiu (falta). Nunca vai escutar eu dizer isso. Somos um grupo. Acredito nos meus dois zagueiros que falharam domingo passado, no Luiz Fernando, se eu pudesse mudava cinco ou seis (no intervalo), mas tinha que guarda uma substituição. Não dá para falar em falta, lamentar... O que o Wendel jogou no segundo tempo? Mudou completamente o time.

AVALIAÇÃO DO JOGO

O Botafogo pressionou, mas fez gols no contra-ataque. Foi ao contrário. Nós tínhamos que fazer gols assim. Não recuperamos a bola. Uma equipe que faz o primeiro tempo que fez o Botafogo fica absoluta e pagaram caro. O gol saiu no inicio, ajudou e vimos uma equipe de cabra-macho. Buscou o segundo, buscou o terceiro. Não tem que reclamar com juiz (no intervalo). tem que falar com eles mesmos.

E MAIS: