ABC vence clássico contra o América-RN pela Copa do Nordeste

Futebol Latino
LANCE!
Foto: Diego Simonetti/América FC
Foto: Diego Simonetti/América FC


No clássico mais tradicional do futebol do Rio Grande do Norte, ABC e América-RN se enfrentaram na Arena das Dunas nesse domingo (2) pela segunda rodada da Copa do Nordeste. E, conseguindo superioridade no volume de jogo, o Alvinegro levou a melhor batendo o arquirrival por 2 a 1.

BOLA ROL... MAS JÁ?

Logo na primeira oportunidade criada na frente pelo Elefante com um minuto de jogo, Berguinho chegou com propriedade pelo lado esquerdo do ataque e cruzou. Wallyson saiu da marcação e testou no extremo canto direito do goleiro Ewerton e balançou as redes pela primeira vez no clássico potiguar.

ABCRESCENTE

O time Alvinegro era efetivamente o senhor do jogo, encurralando o rival no plano defensivo e ditando o ritmo da troca de passes. Situação essa que o colocava sempre nos melhores espaços para finalizar com perigo contra Ewerton, tanto em falta onde o goleiro do América-RN foi forçado a sair da meta bem como na batida de João Paulo que explodiu em sua trave. A pressão do ABC era notória!

EXCEÇÃO À REGRA


Saindo na base dos contra-ataque, já que não conseguia ser dominante no quesito posse de bola, o Mecão só teve efetivamente um chute mais agudo em que o goleiro Rafael trabalhasse. Com a bola tocada na diagonal, o meia Dione arriscou da entrada da grande área e o camisa 1 do ABC pulou para fazer a intervenção onde a zaga do Alvinegro apareceu no rebote para conter a ofensiva.









TOADA MANTIDA! SÓ QUE NÃO...

As equipes inverteram o lado para o qual atacavam, contudo o enredo da partida seguiu quase que espelhado com a etapa inicial: Dione protagonizando a finalização mais perigosa do time americano enquanto o ataque do ABC empilhava chances de ampliar a sua dianteira com Ewerton aparecendo em destaque. Na melhor delas, Cedric entrou bem confortável para bater no gol e o camisa 1 do Mecão foi sensacional na intervenção botando pra escanteio.

E, aos 14 minutos, o que parecia menos provável aconteceu com o centroavante Tiago Orobó saindo da marcação adversária no escanteio cobrado por Dione e testando para vencer Rafael, tudo igual na Arena das Dunas.

NÃO DAVA TEMPO DE PISCAR


Quatro minutos. Foi apenas esse o período que o clássico da capital do Rio Grande do Norte ficou empatado na primeira metade do tempo complementar, apenas o tempo de Igor Goularte entrar em campo e, logo na primeira chance de assustar Ewerton, bater cruzado superando o goleiro do América-RN. O Mais Querido estava mais uma vez na dianteira do placar.

O restante do confronto poderia indicar uma redução de ritmo principalmente por parte do Alvinegro potiguar ou mesmo um ligeiro "desânimo" do Alvirrubro pelo desempate tão precoce após a igualdade. Porém, o que se viu foi algo totalmente diferente com os dois setores de ataque agitados e ininterruptamente buscando os espaços até o apito final do árbitro Adriano Barros Carneiro.









Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também