Abatido, Hugo Moura exalta empenho do Athletico-PR na final da Libertadores: 'Demos nosso melhor'

Meio-campista diz que revés na final fica como aprendizado para o Athletico (Luis Acosta / AFP


Cabisbaixo, o meio-campista Hugo Moura desabafou a amargura com o fato do Athletico-PR ter perdido o título da Copa Libertadores para o Flamengo, neste sábado (29), por 1 a 0, em Guayaquil (EQU). Em entrevista na zona mista, o camisa 17 reconheceu que a expulsão de Pedro Henrique frustrou os planos do Furacão.

- Ah, é sempre triste quando a gente perde um título. A gente teve a infelicidade de perder um jogador no primeiro tempo. Acho até que o jogo estava equilibrado, tivemos chance no primeiro tempo com o Alex (Santana) - disse.

Em seguida, o volante aproveitou para parabenizar seu ex-clube pelo título continental e frisou que o momento do Furacão é se voltar para buscar a vaga na Copa Libertadores de 2023 por meio da disputa do Brasileirão.

- Dou os parabéns ao Flamengo. Estive lá do outro lado, eles também sofreram no ano passado, eles merecem ser campeões também. Saímos tristes hoje, mas sabendo que temos outro compromisso que é ganhar do Goiás para no ano que vem, se Deus quiser, estarmos aqui de novo - declarou.


O meio-campista pediu para que esta frustração na disputa do título da Libertadores sirva como um aprendizado para o Athletico-PR. E utilizou o exemplo do Flamengo para aconselhar os jovens que trabalham com ele no clube paranaense.

- O grupo do Flamengo é sensacional, os caras querem ganhar e trabalhar todo dia. Ano passado vi a tristeza deles. Neste ano, estou aqui, saio triste, mas a gente deu nosso melhor dentro de campo. O que fica de aprendizado para a gente é que ano que vem podemos estar aqui de novo e dar nosso melhor para tentarmos sair com o título - afirmou.

Hugo Moura exigiu que a equipe volte suas atenções para ir bem na reta final do Brasileirão.

- Saímos com um gosto amargo, podíamos ter feito um gol no primeiro tempo, mas é trabalhar que na próxima semana é o Goiás - concluiu.