Abad discorda de Bandeira: 'Não acho certo um clube tomar conta do Maracanã'

Diante das declarações do presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, o tricolor Pedro Abad se posicionou sobre a administração do Maracanã. Para ele, a gestão do estádio não pode ter relação com a paixão de torcedor e, como é público, não deveria ser administrado por clubes.

- Penso que o ideal seja uma empresa, desapegada de paixões clubísticas, administrando os estádios. Por mais que as diretorias sejam sérias, nem sempre foi assim e nada garante que no futuro seja. Os clubes têm problemas de relações, como entre Botafogo e Flamengo. O equipamento é público, foram gastos públicos, então não acho certo que um clube tome conta. É por isso que o Fluminense defende que a concessão continue da forma que está - disse Pedro Abad à ESPN.

O presidente das Laranjeiras ainda disse que o Maracanã é inviável para partidas de menor apelo e busca alternativas para não ter prejuízo. Assim como disse ao L! quando era candidato, a construção de um estádio próprio.

- O Maracanã não é um estádio que dá para jogar muitos jogos, alguns de menor apelo. Buscamos o Giulite Coutinho e pensamos em um estádio próprio. Libertadores, clássicos, Sul-Americana, esses jogos têm apelo. Quando todos clubes usam o equipamento de forma racional, torna-se viável para todos e para a empresa utilizar o estádio para outros eventos. Por isso, precisa ser uma empresa de total expertise - concluiu.






E MAIS: