A Seleção tem lugar para qual dos convocados para o Jogo da Amizade?

Yahoo Esportes

Foi um dia inesquecível na vida dos jogadores convocados para o amistoso contra a Colômbia, na última quarta-feira. O placar de 1-0 pode até ter sido magro, mas foi a primeira chance real de muitos atletas defenderem a camisa amarela. É claro que tivemos alguns velhos conhecidos da Seleção, mas em geral, os novatos é que se destacaram.

Com a vitória e a boa atuação, podemos dizer que pelo menos três atletas entram na briga por uma vaga em partidas oficiais pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. A começar por Geromel, zagueiro do Grêmio, que vive seu grande momento, Dudu, do Palmeiras e Willian Arão. É claro que a concorrência vai ser grande, incluindo todos os melhores brasileiros que jogam no exterior, mas ainda assim, há uma chance de convencer Tite.

Geromel tem 31 anos e fez a primeira parte de sua carreira na Europa. Passou por clubes pequenos de Portugal até chegar no Colônia, da Alemanha, clube que defendeu por cinco anos. Antes de jogar no Grêmio, por empréstimo, atuou pelo Mallorca da Espanha. É o grande zagueiro em atividade no futebol brasileiro e sua experiência conta muito para ter um último momento de brilho. Desejado por vários clubes nacionais, foi campeão da Copa do Brasil em 2016 e sem dúvida representou um dos pilares da equipe treinada por Renato Portaluppi. Para figurar na equipe de Tite no futuro, Geromel terá de vencer Marquinhos e Miranda para se estabelecer.

Dudu foi o escolhido por Cuca para ser o capitão do Palmeiras na ausência de Fernando Prass, lesionado. Aos 25 anos, o goiano está no Verdão desde o início de 2015 e teve grande impacto nos dois títulos conquistados pelo clube após sua chegada. Autor de dois gols na Copa do Brasil de 2015 e vital para a arrancada no Brasileirão de 2016, é dono de uma habilidade ímpar e se posiciona muito bem para armar contragolpes e jogadas incisivas. Foi dele o gol da vitória contra a Colômbia. O problema para Dudu é que o setor já conta com Neymar, Gabriel Jesus e Roberto Firmino.

Willian Arão não teve o início dos sonhos em sua carreira. Revelado pelo Grêmio Barueri, o volante de 24 anos rodou pela base do São Paulo, chegou a passar pelo Espanyol e depois peregrinou por clubes brasileiros até encontrar seu melhor futebol pelo Botafogo, em 2015. Campeão brasileiro, da Libertadores e do Mundial como reserva do Corinthians, o atleta não foi bem aproveitado por ser reserva de Ralf, mas mostrou seu valor pelo Fogão. A ótima participação em 2015 rendeu uma transferência ao Flamengo, clube que Willian ajudou a brigar pelo título brasileiro em 2016. Muito bom no desarme, ele pode ser uma alternativa para Tite na ausência de Fernandinho e Paulinho.

Gustavo Scarpa é cria da base do Fluminense e tratado como um diamante a ser lapidado no clube das Laranjeiras. Com apenas 23 anos, já ocupa um papel de destaque na equipe tricolor e também tem sido alvo de outros grandes do país. Camisa 10 clássico, Scarpa organiza o jogo com muita eficiência e tem um chute perigosíssimo de longa distância. Há quem diga que ele é o próximo grande meia do futebol nacional, ofuscando até Lucas Lima, do Santos. Douglas Costa, Philippe Coutinho, Giuliano e Willian são os que estão na frente de Scarpa na fila pela Seleção.

Com tantas mudanças recentes na cara da Seleção, não é improvável apostar que estes quatro figurem na lista de Tite para a Copa do Mundo. Resta um ano e alguns meses até lá, nunca se sabe como estará a fase dos que estão atualmente em consideração pelo treinador.

Enquanto a Weverton, Rodrigo Caio, Fábio Santos, Fagner e Lucas Lima, só resta continuar com o bom trabalho para se manter no radar de Tite.

Leia também