Ações inéditas e 'namoro' por naming rights do Morumbi: a parceria entre Bitso e São Paulo

·2 min de leitura


Na última sexta-feira (07), o São Paulo anunciou uma nova parceria com a marca Bitso, uma empresa de criptomoedas que estampará a sua marca nas próximas três temporadas. Porém, não é somente na estampa da marca no uniforme que a empresa atuará no clube do Morumbi.

A começar pelo próprio estádio. Uma possível conversa para o futuro são os naming rights do Morumbi. Perguntado sobre o assunto na entrevista coletiva da apresentação da parceria, o diretor de marketting do São Paulo, Eduardo Toni, falou sobre o assunto.

- Sobre o naming rights, enquanto você (jornalista) fazia a pergunta, a gente riu aqui. Esse é o namoro. Estamos agora com o sector right, fazendo um test drive, vamos chamar assim. Seria para nós um sonho, uma oportunidade única, ter no nosso estádio estampada a marca de uma empresa tão pujante quanto a Bitso - afirmou o executivo.

- A gente tem certeza de que esse é só o início de uma parceria que vai ser longínqua e a gente vai, com certeza, crescer em conjunto, é o que a gente espera e vai trabalhar para isso. Temos futuro - completou Beatriz Oliveira, diretora da Bitso.

Parceria inédita no Morumbi com criptomoedas
Além de uma possibilidade do naming rights no futuro, algumas novidades já vão poder estar ao alcance do torcedor são-paulino no Campeonato Paulista. Segundo Eduardo Toni, os torcedores poderão comprar ingressos com a criptomoeda já nas primeiras partidas do clube no estadual. O Morumbi, inclusive, será o primeiro estádio do mundo a aceitar esse tipo de pagamento.

- O Morumbi vai ser o primeiro estádio do mundo a aceitar pagamento de ingressos através de criptomoedas. Isso volta às nossas origens, ao nosso DNA. O São Paulo sempre teve com característica esse pioneirismo. Essa parceria com a Bitso vai recuperar essa nossa marca. Além da venda de ingressos, os serviços oferecidos no São Paulo poderão ser comercializados muito em breve em criptomoedas. A intenção é que já no Campeonato Paulista, talvez não no primeiro jogo, mas logo no começo do Campeonato Paulista o torcedor terá a possibilidade de comprar seu ingresso através de criptomoedas - disse o diretor.

O São Paulo será o segundo time de futebol a contar com o patrocínio da Bitso. Em novembro, o Tigres, do México, anunciou o patrocínio da empresa de criptomoedas. Segundo o site 'MKT Esportivo', a companhia pagará R$ 13.5 milhões pelo período de três anos ao São Paulo, totalizando R$ 40.5 milhões por todo o patrocínio.

Bitso São Paulo
Bitso São Paulo

São Paulo fez parceria com a Bitso (Foto: Divulgação/São Paulo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos