8 jogadores que passaram pela Bundesliga, e você não deve se lembrar

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Bundesliga certamente está entre os cinco campeonatos nacionais mais populares da Europa. Também sabemos que há uma legião de torcedores brasileiros que acompanham regularmente os times mais famosos do torneio, como Bayern de Munique, Borussia Dortmund, RB Leipzig, entre outros.

Contudo, precisamos admitir algo: o Campeonato Alemão, apesar da fama, não tem o mesmo apelo de LaLiga ou da Premier League. Por isso, é comum que alguns jogadores fiquem meio "escondidos" por lá. Abaixo, relembramos oito atletas que passaram pela competição, e você não deve se lembrar.

1. Diego Ribas

Meia do Flamengo jogou em dois clubes da Bungesliga | FABRICE COFFRINI/Getty Images
Meia do Flamengo jogou em dois clubes da Bungesliga | FABRICE COFFRINI/Getty Images

Revelado no Santos, Diego Ribas deixou o futebol nacional ainda nos idos de 2004 e só retornou em 2016. Ao longo das temporadas, defendeu seis equipes diferentes, incluindo duas da Bundesliga: Werder Bremen e Wolfsburg. O meia ganhou três títulos enquanto atuava no time da cidade de Bremen.

2. Pedro Geromel

Geromel já rodou bastante durante a carreira | PATRIK STOLLARZ/Getty Images
Geromel já rodou bastante durante a carreira | PATRIK STOLLARZ/Getty Images

Até hoje alguns fatos sobre Geromel são desconhecidos por parte dos torcedores. Entre eles temos a formação da base do zagueiro, que aconteceu no Palmeiras, e sua longa passagem no Colônia (ou FC Köln, como é conhecido no território alemão). Foram 123 jogos, mas nenhum título.

3. Kevin De Bruyne

De Bruyne em ação na Bundesliga | AFP/Getty Images
De Bruyne em ação na Bundesliga | AFP/Getty Images

Formado no Genk, da Bélgica, e idolatrado na Premier League, Kevin De Bruyne possui uma grande coincidência com Diego Ribas: ambos passaram pelos mesmos clubes na Bundesliga, Werder Bremen e Wolfsburg. O belga venceu duas taças pelos Die Wölfe.

4. Paolo Guerrero

Qual vermelho caiu melhor no centroavante: do Bayen, do Flamengo ou do Internacional? | Stuart Franklin/Getty Images
Qual vermelho caiu melhor no centroavante: do Bayen, do Flamengo ou do Internacional? | Stuart Franklin/Getty Images

Nem só de Brasileirão vive Paolo Guerrero. Muito pelo contrário, até porque parte da formação do peruano aconteceu no Bayern de Munique, ainda nos idos de 2002. O centroavante subiu para a equipe principal e, mais tarde, defendeu as cores do Hamburgo. Ele participou da conquista de cinco títulos com o Gigante da Baviera.

5. Thiago Neves

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Depois de rodar metade do mundo, é difícil imaginar onde Thiago Neves não tenha jogado, certo? Atualmente no Sport, o meia-atacante deixou o Fluminense, em 2008, justamente para se aventurar no Hamburgo, da Bundesliga. Ele disputou somente nove partidas.

6. Fagner

Ídolo do Corinthians já defendeu as cores do Wolfsburg | Boris Streubel/Getty Images
Ídolo do Corinthians já defendeu as cores do Wolfsburg | Boris Streubel/Getty Images

Alguns torcedores até sabem das temporadas do lateral-direito no PSV Eindhoven, da Holanda, mas nem todos lembram de Fagner no Campeonato Alemão. Ídolo do Corinthians, o jogador marcou presença em 30 jogos do Wolfsburg, onde contribuiu com duas assistências, porém saiu de lá de mãos abanando.

7. Marc-André ter Stegen

Arqueiro teve toda a formação no Mönchengladbach | Pete Norton/Getty Images
Arqueiro teve toda a formação no Mönchengladbach | Pete Norton/Getty Images

Desde 2014 no Barcelona, não seria surpresa se grande parte da mais nova geração de torcedores não soubesse da formação do goleiro no Borussia Mönchengladbach. Das categorias de base ao time principal, Ter Stegen defendeu o tradicional uniforme do clube em 199 ocasiões.

8. Bruno Henrique

E esse encontro em plena Champions League? | Jean Catuffe/Getty Images
E esse encontro em plena Champions League? | Jean Catuffe/Getty Images

O veloz atacante só foi ganhar seus primeiros títulos na carreira depois que chegou ao Flamengo, em 2019. No entanto, antes disso, ele tentou bastante, inclusive no exterior. A única passagem de Bruno Henrique no futebol internacional se deu no Wolfsburg (queridinho dos brasileiros, certo?). Foram 17 jogos e duas assistências na conta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos