8 jogadores que já defenderam o Chelsea, e você não lembrava

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Chelsea já foi protagonista de muitos movimentos arrojados no mercado de transferências. Com isso, é natural que alguns jogadores marquem toda uma geração. Quem não se lembra, por exemplo, do amplo domínio exercido pelo entrosamento de Frank Lampard e Didier Drogba? Ou das defesas surreais de Petr Cech?

Alguns desses nomes, no entanto, acabam ficando esquecidos. E justamente sobre esta categoria que vamos falar hoje. Acompanhe:

8. Salomon Kalou

Atacante marfinense teve passagens no Botafogo. | Alex Livesey/Getty Images
Atacante marfinense teve passagens no Botafogo. | Alex Livesey/Getty Images

Atualmente sem clube, Kalou defendeu as cores do Botafogo na temporada passada. Sua passagem pelo Chelsea, embora levemente despercebida pelo grande público, rendeu 254 jogos disputados entre 2006 e 2012, além de 104 participações em gols (60 tentos mais 44 assistências). Goleou bastante nos Blues...

7. Arjen Robben

Robben ainda tinha cabelo quando jogou no Chelsea. | Jamie McDonald/Getty Images
Robben ainda tinha cabelo quando jogou no Chelsea. | Jamie McDonald/Getty Images

O experiente atacante neerlandês ganhou destaque internacional justamente depois da passagem pelo Chelsea, que aconteceu entre os anos de 2004 e 2007, rendendo dois títulos da Premier League, além de outras competições.

Robben optou por sair em direção ao Real Madrid, mas não conseguiu ter protagonismo semelhante. Mais tarde, rumou ao Bayern de Munique e ficou por nove temporadas (2009 - 2019) - período no qual empilhou vários títulos. Atualmente está no Groningen, da Holanda.

6. Juan Sebastián Verón

Argentino se arrependeu de ter trocado o Manchester United pelo Chelsea. | Alex Livesey/Getty Images
Argentino se arrependeu de ter trocado o Manchester United pelo Chelsea. | Alex Livesey/Getty Images

O meio-campista argentino defendeu as cores de dois clubes ingleses na carreira: Manchester United e Chelsea. Contudo, suas boas lembranças parecem estar restritas apenas ao dono do Old Trafford, onde o jogador sagrou-se campeão da Premier League.

Sua passagem pelos Blues não rendeu muitos frutos: Verón acabou disputando apenas 14 jogos. Anos mais tarde, em entrevista ao FourFourTwo, ele revelou arrependimento pela troca: "Achei que ir para o Chelsea poderia ser uma boa oportunidade para jogar com mais frequência, mas nunca deveria ter ido para lá. E não estou dizendo isso pelo Chelsea, foi bom ter um time que queria me contratar e eu estava animado por poder contribuir com algo para eles. Para fazer um investimento como esse, o clube tem que acreditar e confiar em você".

5. Belletti

Juliano Belletti trocou Barcelona pelo Chelsea. | Richard Heathcote/Getty Images
Juliano Belletti trocou Barcelona pelo Chelsea. | Richard Heathcote/Getty Images

Brasileiro na lista? Mais de um, na verdade. Herói da Champions League em 2006 pelo Barcelona, Belletti resolveu mudar de ares no ano seguinte e escolheu o Chelsea como nova casa. A decisão, aliás, surpreendeu muita gente, que não imaginava uma troca tão arrojada depois de uma temporada histórica.

Pelos Blues, foram 94 partidas e cinco gols durante três temporadas. Anos mais tarde, ele explicou o motivo da inesperada mudança: "Fui para a melhor competição de clubes que existe. A Premier League é diferente. Ela foi criada para ser muito atrativa não só para os torcedores, mas para os jogadores. Existe um ambiente especial, tanto nos jogos como nos treinos, na relação com a imprensa e os torcedores".

4. Mineiro

Mineiro vestiu a camisa 27. | CARL DE SOUZA/Getty Images
Mineiro vestiu a camisa 27. | CARL DE SOUZA/Getty Images

Carlos Luciano da Silva, conhecido como Mineiro, foi marcado pelos anos gloriosos no São Paulo e Seleção Brasileira. Na terra da Rainha, por outro lado, teve apenas uma passagem relâmpago: jogou somente duas partidas pela equipe inglesa. Mas, afinal de contas, como essa transação tão aleatória aconteceu?

A resposta estava no comando do time: Luiz Felipe Scolari, nosso Felipão, era técnico do clube e pediu a contratação do volante. Ambos saíram do time pouco tempo depois.

3. Samuel Eto'o

Eto'o marcou toda uma geração no Barcelona. | Julian Finney/Getty Images
Eto'o marcou toda uma geração no Barcelona. | Julian Finney/Getty Images

Artilheiro e campeão por quase todos os clubes que defendeu, é difícil encontrar um lugar onde Samuel Eto'o não tenha feito história. Sua passagem no Chelsea, porém, foi um rápido 'romance de verão' - diferente do longo casamento no Barcelona, por exemplo. Ele ficou apenas uma temporada na equipe inglesa, mas tratou de deixar bons números: 12 gols e sete assistências em 35 jogos.

2. Hernán Crespo

Centroavante argentino em ação pelo Chelsea. | Paul Gilham/Getty Images
Centroavante argentino em ação pelo Chelsea. | Paul Gilham/Getty Images

Amplamente conhecido na Itália e Argentina, Hernán Crespo defendeu as cores de apenas um clube da Premier League: o Chelsea. Ele chegou em 2003, ou seja, fez parte da primeira 'Era Abramovich'. À época, foi vice-artilheiro do torneio nacional (atrás de Adrian Mutu), mas acabou não se firmando por conta de lesões- vale lembrar que o centroavante disputava posição com Didier Drogba.

Retornou aos Blues na temporada 2005/06 para conquistar a competição principal e Supertaça da Inglaterra.

1. Alexandre Pato

Pato passou quase toda a temporada no banco de reservas. | Chris Brunskill/Getty Images
Pato passou quase toda a temporada no banco de reservas. | Chris Brunskill/Getty Images

Sim, temos uma passagem ainda mais aleatória que a de Mineiro! Pato era uma das maiores promessas do futebol brasileiro no início dos anos 2000 e logo chamou atenção de olheiros europeus. Antes dos 18 anos, por exemplo, havia sido vendido ao Milan.

Muitos anos depois, em 2016 para ser mais exato, o Chelsea contratou o centroavante por empréstimo depois de uma temporada muito aquém no Corinthians. O resultado não poderia ser diferente: decepção total e somente duas partidas disputadas. Pelo menos, ele sempre terá fotos de recordação...

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos