8 jogadores que foram para o Japão e nunca mais ouvimos falar deles

·4 minuto de leitura

Jogadores brasileiros normalmente são muito bem quistos na terra do sol nascente. Após Zico mostrar todo seu talento nos tempos de Kashima Antlers, as portas deste mercado se abriram completamente, em conjunto com a expansão do esporte por todo Japão. Com isso, muitos jogadores, que viveram bons momentos por aqui, acabaram fazendo as malas para irem jogar com os nipônicos. Como o futebol japonês não é amplamente divulgado em terras tupiniquins, muitos destes jogadores acabam sendo esquecidos, por mais que já tenham feito sucesso por clubes nacionais.

Acompanhe agora, oito jogadores que foram para o Japão e nunca mais ouvimos falar deles.

1. Everaldo - Kashima Antlers

Everaldo é um dos titulares do Kashima Antlers, ex-time de Zico | Hiroki Watanabe/Getty Images
Everaldo é um dos titulares do Kashima Antlers, ex-time de Zico | Hiroki Watanabe/Getty Images

Everaldo teve seu bom momento, no futebol brasileiro, com a camisa da Chapecoense. Atacante de área com bastante mobilidade, o brasileiro deixou Santa Catarina, após rebaixamento do clube em 2019, para ir tentar a sorte no Japão. Assim como Damião é no Frontale, Everaldo é um dos homens-gol da equipe de Kashima. O jogador é peça chave na busca do clube por mais título nacional.

2. João Schmidt - Kawasaki Frontale

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Cria da base do São Paulo, localizada na cidade de Cotia-SP, João Schmidt foi emprestado ao Vitória de Setubal-POR e depois vendido ao Atalanta-ITA. Sem agradar na Itália, assim como não agradou tanto no Morumbi, foi novamente emprestado para uma equipe portuguesa, sendo desta vez o Rio Ave. Porém, em 2019, finalmente o jogador decidiu ir para o Japão. Naquela oportunidade, o volante foi vestir a camisa do Nagoya Grampus, onde ficou até este ano de 2021. Em Janeiro, devido à boa fase vivida na J-League, o jogador foi comprado pelo Kawasaki Frontale, atual lider isolado da competição.

3. Leandro Damião - Kawasaki Frontale

Damião é um dos artilheiros do Kawasaki Frontale | Hiroki Watanabe/Getty Images
Damião é um dos artilheiros do Kawasaki Frontale | Hiroki Watanabe/Getty Images

Leandro Damião impressionou muita gente no início da carreira. Um jogador que foi do futebol de várzea até a Seleção Brasileira, com direito até a gol decisivo na Libertadores de 2010, com a camisa do Internacional-RS. Entretanto, após passagens não tão brilhantes por Santos, Betis-ES, Cruzeiro e Flamengo, o jogador, para boa parte do mercado e do público, acabou perdendo boa parcela do seu brilho. Porém, desde que decidiu vestir a camisa do Kawasaki Frontale, Damião vive uma das melhores fases de sua carreira. Lá o jogador é artilheiro e um dos ídolos do clube japonês.

4. Lincoln - Vissel Kobe

Lincoln agora é colega de clube de Andrés Iniesta | Hiroki Watanabe/Getty Images
Lincoln agora é colega de clube de Andrés Iniesta | Hiroki Watanabe/Getty Images

Um dos jogadores comandados por Jorge Jesus, durante um dos períodos mais vitoriosos da história do Flamengo, Lincoln subiu da base em 2017, antes da chegada do Mister, e entrava esporadicamente nos jogos. Com apenas 8 gols e toda a sua experiência como titular do Mengão, o jogador conseguiu chamar a atenção do mercado japonês e se transferiu em 2021. Se antes ele recebia passes de Everton Ribeiro e Arrascaeta, agora ele recebe passes de Andrés Iniesta. Tá mal de colega de clube o rapaz?

5. Diego Pituca - Kashima Antlers

Pituca deixou o Santos para vestir a camisa do Antlers | Hiroki Watanabe/Getty Images
Pituca deixou o Santos para vestir a camisa do Antlers | Hiroki Watanabe/Getty Images

O volante, com elevada técnica, saiu do interior de São Paulo para brilhar com a camisa do Santos. Ficou no clube praiano de 2017 até 2021, quando, no mês de Janeiro, já estava de malas prontas para o Japão. Companheiro de clube de Everaldo, o volante canhoto pisa bastante na área, tem ótima visão de jogo e não é só um dos grandes jogadores do time mas também um dos craques do Campeonato Japonês.

6. Leandro Pereira - Gamba Osaka

Leandro Pereira disputando bola pelo Gamba Osaka | Etsuo Hara/Getty Images
Leandro Pereira disputando bola pelo Gamba Osaka | Etsuo Hara/Getty Images

Jogador paulista, Leandro chamou atenção dos grandes quando vestiu a camisa da Chapecoense, em 2014. Prestes a assinar com o Corinthians, o jogador decidiu ir para o Palmeiras. Após um começo interessante no verdão, o atacante teve passagem apagada no Brugge-BEL, assim como no seu retorno ao Palmeiras, na sua passagem pelo Sport-PE e na sua segunda passagem na Chape. Após estes períodos nebulosos, o jogador aceitou a proposta japonesa do Matsumoto Yamaga em 2019. Porém, o brasileiro ainda busca uma temporada excepcional na terra do sol nascente, por ainda não tenha conseguido, nem no Sanfrecce Hiroshima, time cujo qual estava emprestado até 2020, e nem na sua atual equipe que é o Gamba Osaka.

7. Marcos Junior - Yokohama Marinos

Marcos Junior com a camisa do Marinos | Hiroki Watanabe/Getty Images
Marcos Junior com a camisa do Marinos | Hiroki Watanabe/Getty Images

Jogador de 28 anos, revelado na base do Fluminense, Marcos Junior está no clube japonês desde 2019. O ponta destro, veloz e driblador, veste a camisa 10 do Yokohama Marinos, onde já tem um título de Campeão da J-League de 2019 e o título individual de artilheiro da mesma temporada. O Marinos é o único time que, até então, ameaça o provável título nacional do Kawasaki Frontale. Mesmo estando novem pontos atrás do líder, é o time que mais se aproxima do primeiro colocado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos