8 jogadores gringos que chegaram com pompa, mas que desapontaram no futebol brasileiro

Pedro José Domingues
·4 minuto de leitura

A contratação de um gringo no futebol brasileiro, na maioria das vezes, levanta certa expectativa no torcedor. Com um desempenho aquém no futebol brasileiro, muitos clubes buscam soluções em ligas de países vizinhos, e até em outros continentes.

Essas contratações, porém, podem não dar certo. Ainda que alguns jogadores cheguem com status de craque e vindo de boas temporadas no ex-clube, a adaptação a um novo país sempre pesa, ou até mesmo falta de técnica e/ou habilidade.

Nem sempre o que vem de fora vai ser a solução para problemas daqui. Entre erros e acertos, confira a lista de jogadores gringos que chegaram com moral ao Brasil, com currículos e bagagens interessantes, mas decepcionaram clubes e torcidas.

*Sem ordem de relevância e/ou qualidade.

1. Abubakar -Internacional, Vasco e Caxias (2006-10)

Jogador nigeriano de carreira bem aleatória, o atacante Abubakar chegou no futebol brasileiro em 2006, após curta passagem pela base do River Plate-ARG.

No Inter, ficou até 2007, mas não teve oportunidades. Foi transferido para o Vasco em 2008, e também não rendeu, participando, inclusive, do primeiro rebaixamento do clube. Desde 2010, vem atuando por clubes de Malta.

2. Fredy Adu - Bahia (2013)

MLS - DC United vs Chicago Fire - June 29, 2005 | Al Messerschmidt/Getty Images
MLS - DC United vs Chicago Fire - June 29, 2005 | Al Messerschmidt/Getty Images

Apelidado de "Novo Pelé" no início da carreira - estreou nos profissionais com 14 anos -, o atacante norte-americano Freddy Adu chegou no Bahia em 2013.

Depois de curtas passagens por Benfica e Mônaco, o atacante não deixou saudades no Tricolor de Aço. Foram apenas seis partidas e nenhum gol marcado. Hoje, está sem clube.

3. Eduardo Vargas - Grêmio (2013)

FBL-LIBERTADORES-GREMIO-TRAINING | LUIS ACOSTA/Getty Images
FBL-LIBERTADORES-GREMIO-TRAINING | LUIS ACOSTA/Getty Images

Atacante chileno de bastante destaque na Universidad de Chile e na seleção nacional, Eduardo Vargas foi contratado pelo Grêmio em 2013, com muita expectativa para a disputa da Libertadores.

No entanto, não conseguiu repetir o sucesso. Foram 11 gols em 37 gols, e muitas oportunidades desperdiçadas. Desde 2017, defende o Tigres, do México.

4. Fran Mérida - Athletico Paranaense (2013-14)

FBL-LIBERTADORES-VELEZ-PARANAENSE | JUAN MABROMATA/Getty Images
FBL-LIBERTADORES-VELEZ-PARANAENSE | JUAN MABROMATA/Getty Images

Formado em La Masía - base do Barcelona - o meia espanhol Fran Mérida foi contratado pelo Athletico em 2013. Não correspondeu as expectativas, e prontamente retornou ao futebol espanhol. Hoje, atua pelo Osasuna, da Espanha.

5. Lucas Mugni - Flamengo (2014-17)

Brazilian Football League Serie A Headshots | MB Media/Getty Images
Brazilian Football League Serie A Headshots | MB Media/Getty Images

Contratado após boa passagem no futebol argentino, o meia Lucas Mugni chegou no Flamengo em 2014. Existia muita expectativa em cima do futebol de Mugni, mas sua passagem ficou bastante marcada pela irregularidade do atleta.

Existia muita expectativa em cima do futebol de Mugni, mas sua passagem ficou bastante marcada pela irregularidade do atleta. Atualmente, ainda defende o preto e vermelho, só que dessa vez em Recife, pelo Sport.

6. Bruno Pereirinha - Athletico Paranaense (2015)

Brazilian Football League Serie A | MB Media/Getty Images
Brazilian Football League Serie A | MB Media/Getty Images

Lateral português com passagens na seleção de base do país, Bruno Pereirinha chegou no Athletico Paranaense em 2015, em empréstimo junto à Lazio-ITA.

Com um desempenho bem abaixo, retornou ao futebol português após duas temporadas no Brasil. Atualmente, está sem clube desde sua saída do Cova da Piedade-POR, em 2019.

7. Kazim-Richards - Coritiba e Corinthians (2016-18)

Cruzeiro v Corinthians - Brasileirao Series A 2017 | Pedro Vilela/Getty Images
Cruzeiro v Corinthians - Brasileirao Series A 2017 | Pedro Vilela/Getty Images

O atacante turco Kazim-Richards desembarcou no Brasil em 2016 para defender o Coritiba, após passagens por clubes de seis países diferentes. Após bom semestre no Coxa, se transferiu para o Corinhians, onde recebeu o apelido de "Gringo da Favela".

Kazim fazia parte do elenco corinthiano campeão brasileiro em 2017, mas não deixou saudades por seu futebol. O turco sempre será lembrado por sua raça, mas principalmente por sua simpatia. "Jogador folclórico". Hoje, atua pelo Derby County, da Inglaterra.

8. Alexander Baumjohann - Coritiba e Vitória (2017-18)

Brazilian Football League Serie A | MB Media/Getty Images
Brazilian Football League Serie A | MB Media/Getty Images

Jogador de longa e boa passagem no futebol alemão, o atacante Alexander Baumjohann desembarcou no Brasil para defender o Coritiba. No entanto, por questões físicas, demorou para estrear e atuou apenas duas vezes.

No ano seguinte, se transferiu para o Vitória e também não teve sequência. Baumjohann é casado com uma brasileira e fala português fluente. Hoje, joga na Austrália.