7 jogadores que disputaram a Copa do Mundo de 2006 e ainda estão jogando

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Copa do Mundo de 2006 contou com várias das maiores estrelas da história do futebol, como Ronaldinho, Zinédine Zidane, Fabio Cannavaro etc. Além disso, muitos jogadores que participaram daquele Mundial amadureceram e se consolidaram como estrelas do esporte nas últimas temporadas. Inclusive, alguns ainda estão atividade – 15 anos depois. A seguir, veja 7 jogadores que disputaram a Copa do Mundo de 2006 e que ainda não se aposentaram. Confira:

7. Cesc Fàbregas (Espanha)

Cesc Fàbregas era uma das joias da Espanha de 2006. | Michael Steele/Getty Images
Cesc Fàbregas era uma das joias da Espanha de 2006. | Michael Steele/Getty Images

Em ótima forma no Arsenal, Cesc Fàbregas foi convocado e participou da Copa do Mundo de 2006 com a Espanha. À época, o meio-campista tinha apenas 19 anos. Hoje, após passar por Barcelona e Chelsea, o medalhão de 34 anos defende o Monaco.

6. Aaron Lennon (Inglaterra)

Aaron Lennon e a Inglaterra na Copa do Mundo de 2006. | Clive Mason/Getty Images
Aaron Lennon e a Inglaterra na Copa do Mundo de 2006. | Clive Mason/Getty Images

O atacante Aaron Lennon surgiu no Leeds United, mas marcou época no Tottenham, onde atuou por cerca de uma década (2005/2015). Neste período, o britânico disputou duas Copas do Mundo (2006 e 2010) e viveu bons momentos dentro dos gramados. Aos 34 anos, ele está livre no mercado – seu último contrato venceu recentemente.

5. Luka Modrić (Croácia)

Luka Modrić viu boa parte da evolução do futebol da Croácia. | Bryn Lennon/Getty Images
Luka Modrić viu boa parte da evolução do futebol da Croácia. | Bryn Lennon/Getty Images

Um dos maiores nomes da história do futebol da Croácia, Luka Modrić não precisou de muito tempo em campo para chamar atenção de sua seleção. Em 2006, quando tinha 20 anos e defendia o Dínamo Zagreb, o meio-campista recebeu uma oportunidade e “se mandou” para a Copa do Mundo. De lá para cá, o croata se consolidou no Real Madrid e em seu país.

4. Sergio Ramos (Espanha)

Sergio Ramos era outra joia da Espanha na Copa do Mundo de 2006. | Mike Hewitt/Getty Images
Sergio Ramos era outra joia da Espanha na Copa do Mundo de 2006. | Mike Hewitt/Getty Images

Embora não fosse tão temido quanto hoje, Sergio Ramos despontava muito bem na Espanha em meados dos anos 2000 e isso o levou à Copa do Mundo de 2006. Naquela época, o zagueiro atuava como lateral-direito e tinha apenas 20 anos – e era apenas uma aposta do Real Madrid. Hoje, aos 35 anos, o defensor recém-contratado pelo PSG é uma lenda da posição.

3. Andrés Iniesta (Espanha)

Iniesta ainda tentava se firmar na Espanha em 2006. | Etsuo Hara/Getty Images
Iniesta ainda tentava se firmar na Espanha em 2006. | Etsuo Hara/Getty Images

O meia-atacante Andrés Iniesta também foi um dos nomes da “geração 2006” da Espanha. Naquele ano, o talentoso meia do Barcelona apenas mostrou o seu potencial, mas não conseguiu ir muito longe com a Fúria no Mundial. Tempos depois, ele e seus companheiros conquistaram tudo e mais um pouco. Hoje, o craque atua no Vissel Kobe, do Japão.

2. Cristiano Ronaldo (Portugal)

Cristiano Ronaldo era uma estrela em ascensão na Seleção de Portugal de 2006. | Simon M Bruty/Getty Images
Cristiano Ronaldo era uma estrela em ascensão na Seleção de Portugal de 2006. | Simon M Bruty/Getty Images

Cristiano Ronaldo era uma das grandes promessas do futebol mundial no começo dos anos 2000. Após despontar no Sporting e conquistar tudo com o Manchester United e com o Real Madrid, o camisa 7 se mudou para a Itália e desde 2018 atua na Juventus. O craque também marcou presença na Copa do Mundo de 2006.

1. Lionel Messi (Argentina)

Lionel Messi ainda era uma promessa na Copa do Mundo de 2006. | DANIEL GARCIA/Getty Images
Lionel Messi ainda era uma promessa na Copa do Mundo de 2006. | DANIEL GARCIA/Getty Images

Lionel Messi foi uma das gratas surpresas da Copa do Mundo de 2006. À época, o meia-atacante ainda não tinha metade do prestígio que construiu ao longo das últimas temporadas. Aos 34 anos, o camisa 10 costura mais uma renovação com o Barcelona.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos