7 brasileiros que precisam mostrar serviço para sonhar com a titularidade na Europa

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Para alguns jogadores, o período de treinamentos antes do começo de uma nova temporada é tempo de conhecer novos companheiros de equipe e aprimorar a forma física, que obviamente fica defasada pelo tempo de inatividade durante as férias.

Para outros jogadores, no entanto, a intertemporada é o período de se "matar um leão por dia": é a hora em que treinadores estão mais atentos em quem será aproveitado na nova temporada, e um bom desempenho nos treinamentos pode, sim, mudar o status daquele jogador aos olhos da comissão técnica.

Pensando nisso, listamos 7 jogadores brasileiros que precisam mostrar serviço e suar muito a camisa na intertemporada, se quiserem sonhar com titularidade em seus respectivos clubes, em 2021/22. Confira:

1. Alex Telles (Manchester United)

Telles não é o titular da posição no Manchester United | Maja Hitij/Getty Images
Telles não é o titular da posição no Manchester United | Maja Hitij/Getty Images

O lateral-esquerdo de 27 anos movia altas expectativas quando chegou ao Manchester United, mas hoje tem status de reserva absoluto de Luke Shaw, um dos melhores jogadores da posição na temporada 2020/21.

Não será nada fácil para Alex Telles subverter essa situação depois da grande Eurocopa feita pelo inglês, mas uma boa intertemporada é vital para que prove seu valor neste elenco.

2. Willian (Arsenal)

Willian vem recebendo críticas dos torcedores do Arsenal | Visionhaus/Getty Images
Willian vem recebendo críticas dos torcedores do Arsenal | Visionhaus/Getty Images

O experiente ponta foi bastante criticado pela torcida do Arsenal nas redes sociais por ter se reapresentado bem fora do peso que lhe é padrão. Além disso, a primeira temporada de Willian como jogador dos Gunners não foi tão impactante, e tudo isso gera um clima de desconfiança em torno de seu nome. Precisará trabalhar duro nas próximas semanas.

3. Rodrygo (Real Madrid)

Rodrygo ainda não se firmou no Real Madrid | Quality Sport Images/Getty Images
Rodrygo ainda não se firmou no Real Madrid | Quality Sport Images/Getty Images

De acordo com a apuração do 'As', Rodrygo é, neste momento, uma das últimas preferências do técnico Carlo Ancelotti na "hierarquia" de atacantes do Real Madrid.

Suas primeiras temporadas na capital espanhola foram irregulares, e o clube ainda não sabe qual será a "versão" do jovem que se consolidará em 2021/22: aquela explosiva dos jogos de Champions, ou aquela discreta vista em LaLiga.

4. Arthur (Juventus)

Arthur pode perder minutagem agora que Pirlo saiu do clube | Nicolò Campo/Getty Images
Arthur pode perder minutagem agora que Pirlo saiu do clube | Nicolò Campo/Getty Images

Arthur vinha sendo bastante aproveitado por Andrea Pirlo, mas a Juventus mudou de treinador e não se sabe quais serão os planos de Massimiliano Allegri para o jovem volante.

Sabe-se, porém, que o italiano quer reforços para o setor de meio-campo, o que pode mudar o status do ex-Grêmio em Turim. É, portanto, mais um jogador brasileiro que precisa se provar no período de treinamentos antes da nova temporada.

5. Reinier (Borussia Dortmund)

Reinier pertence ao Real Madrid | Matthias Hangst/Getty Images
Reinier pertence ao Real Madrid | Matthias Hangst/Getty Images

Comprado a peso de ouro pelo Real Madrid, Reinier foi emprestado ao Borussia Dortmund ainda na temporada passada para adquirir rodagem e minutos de jogo. Não conseguiu.

O clube alemão certamente acompanhará com atuação o seu desempenho nas Olimpíadas, torcendo para que o promissor armador acumule boas atuações por lá. Ainda não explodiu nos gramados europeus, fato.

6. Coutinho (Barcelona)

Coutinho ainda não sabe nem se seguirá no Barcelona | Alex Caparros/Getty Images
Coutinho ainda não sabe nem se seguirá no Barcelona | Alex Caparros/Getty Images

Sem dúvida, uma das situações mais críticas de "ter que se provar" é essa: Coutinho no Barcelona. O brasileiro ainda não sabe nem se seguirá no time catalão, que dá sinais de estar ansioso para vendê-lo ainda neste verão.

No entanto, enquanto segue vinculado contratualmente ao clube, o meia-atacante de 29 anos precisa lutar para ser notado e provar ao comandante Ronald Koeman que pode ser útil em 2021/22. Será?

7. Rafinha (PSG)

Rafinha tende a perder mais espaço com as chegadas de reforços | John Berry/Getty Images
Rafinha tende a perder mais espaço com as chegadas de reforços | John Berry/Getty Images

Fechamos essa lista com outro brasileiro que terá que suar a camisa nesta intertemporada. Após um 2020/21 de baixo protagonismo, Rafinha viu a concorrência em seu setor aumentar, já que o PSG selou a contratação do holandês Georginio Wijnaldum.

Caberá ao camisa 12 convencer Maurício Pochettino de que merece não só seguir nos planos do clube, como também ser cotado para uma vaga no setor de meio-campo. A situação dele, no entanto, não é das mais fáceis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos