6 momentos curiosos da primeira rodada do Brasileirão

·3 minuto de leitura

A primeira rodada do Brasileirão não viveu apenas de estreias malsucedidas, como foram os casos de Vasco e Cruzeiro na Série B, ou de vitórias maiúsculas, exemplificadas pela goleada do RB Bragantino. Aconteceram também momentos, no mínimo, curiosos. A seguir, relembramos alguns desses.

1. Nenê caindo na pilha do Miranda

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Conhece aquela expressão: "alugou um apartamento na cabeça de fulano"? Foi mais ou menos isso que aconteceu. Momentos antes de bater o pênalti favorável ao Fluminense, Nenê e Miranda, do São Paulo, ficaram se estranhando por longos minutos.

O veterano das Laranjeiras desejava bater na linha meia-lua, mas o zagueiro do Tricolor Paulista não queria deixar sua posição. Depois de muita discussão, o meio-campista cobrou a penalidade completamente desconcentrado e acabou sendo defendido por Tiago Volpi.

2. Brenno no terceiro gol do Ceará

Brenno fez boas defesas, mas teve uma falha crucial. | LIAMARA POLLI/Getty Images
Brenno fez boas defesas, mas teve uma falha crucial. | LIAMARA POLLI/Getty Images

Parecia que tudo estava encaminhado para um empate em 2 a 2. Não seria um início ruim, dada as circunstâncias desfalcadas de Vozão e de Grêmio. Contudo, aos 47 minutos do segundo tempo, o goleiro Brenno, do Imortal, não acompanhou uma jogada de Jorginho e viu o placar se transformar em 3 a 2. Uma falha grotesca para o jovem arqueiro, que vinha fazendo um bom início de temporada.

3. Entrevista do Sylvinho

Entrevista do treinador não revelou muitos objetivos. | PHILIPPE DESMAZES/Getty Images
Entrevista do treinador não revelou muitos objetivos. | PHILIPPE DESMAZES/Getty Images

Completamente dominado pelo Atlético-GO na Neo Química Arena, o Corinthians saiu derrotado na estreia por 1 a 0, gol de Zé Roberto. Na entrevista pós-jogo, Sylvinho, também estreante da noite, cravou um "grande objetivo" ao Timão: brigar por pontos.

"Nós aqui vamos lutar por pontos, pela melhoria dos atletas, por estar disputando, brigando, lutando e o tempo vai dizer, assim como para os demais clubes. Ninguém sai com essa ideia, não vejo assim. Vamos variar muito na tabela assim como foi no Campeonato Brasileiro passado", destacou o treinador.

4. Arana 'sincerão' na entrevista

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Como falamos no início desse artigo, a primeira rodada do Brasileirão foi repleta de inícios malsucedidos. O Atlético-MG que o diga. Após virada no placar diante do Fortaleza, que venceu por 2 a 1, Guilherme Arana, visivelmente irritado, disparou: "Não jogamos nada. A verdade é essa".

5. Expulsões consecutivas no Cruzeiro

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A Raposa até iniciou bem na partida, mas uma sucessão de lances contribuiu para o placar adverso ante o Confiança. Parece difícil de acreditar, porém o Cruzeiro teve dois jogadores expulsos praticamente na sequência. Adriano recebeu o segundo amarelo, assim como o goleiro Fábio, que salvou um bola com as mãos fora da área.

6. Mateus Vital perdeu duas chances de gol

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Depois do pênalti perdido por Luan na semifinal do Paulista, Mateus Vital quis escrever uma história diferente e assumiu a responsabilidade. Ele não teve só uma chance, foram duas tentativas: a própria cobrança, além do rebote. Fernando Miguel, goleiro do Dragão, tratou de defender as duas.