6 disputas de pênaltis que duraram uma eternidade

·3 minuto de leitura

O Villarreal só comemorou a conquista da Europa League 2020/21 depois de 22 penalidades - detalhamos os acontecimentos do jogo neste artigo. Ou seja, aqueles torcedores que esperavam uma rápida partida presenciaram um espetáculo que durou quase três horas. Cobranças de pênalti podem virar verdadeiras maratonas. Confira.

1. KK Palace x FC Civics Windhoek - Copa da Namíbia (2005)

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Uma das disputas de pênalti mais caóticas da história não poderia ficar de fora. Em duelo válido pela Copa da Namíbia, o Palace só conseguiu comemorar o título depois de 48 penalidades. Houve atletas que cobraram três vezes...

2. São Paulo x Fortaleza - Copa do Brasil (2020)

Gabriel Dias não conseguiu converter. | Bruna Prado/Getty Images
Gabriel Dias não conseguiu converter. | Bruna Prado/Getty Images

Depois de um 2 a 2 no tempo regular, São Paulo e Fortaleza foram aos pênaltis na Copa do Brasil. Após 20 cobranças, apenas Gabriel Dias desperdiçou. O Tricolor Paulista avançou às quartas de final com placar de 10 a 9.

3. Manchester United x Chelsea - Champions League (2008)

John Terry não conseguiu converter. | Michael Steele/Getty Images
John Terry não conseguiu converter. | Michael Steele/Getty Images

Em mais uma final de Champions League totalmente inglesa, John Terry, capitão dos Blues, escorregou e não conseguiu converter. O resultado de 7 a 6 nas cobranças deu título ao Manchester United, depois do placar igualado em 1 a 1 no tempo regular. 14 penalidades podem até não parecer muito, mas considerando a emoção do jogo...

4. Atlético-GO x Grêmio Anápolis - Goianão (2021)

Dragão acabou ficando de fora. | MARCELO MANERA/Getty Images
Dragão acabou ficando de fora. | MARCELO MANERA/Getty Images

No segundo jogo da semifinal do Campeonato Goiano, Dragão e Grêmio Anápolis protagonizaram uma disputa de muito nervosismo envolvido. Com placar agregado marcando 2 a 2, foram necessárias 26 cobranças antes da equipe anapolina comemorar vaga na final.

5. Grêmio x Athletico-PR - Copa do Brasil (2016)

Grêmio venceu a Copa do Brasil daquele ano. | Buda Mendes/Getty Images
Grêmio venceu a Copa do Brasil daquele ano. | Buda Mendes/Getty Images

Grêmio e Athletico-PR mediam força pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Dado o equilíbrio do confronto, a decisão nos pênaltis não surpreendeu. Contudo, a baixa taxa de conversão, sim. Em 16 tentativas, apenas sete balançaram as redes. O Imortal avançou depois de um sofrido 4 a 3.

6. Motagua x Comunicaciones - Concacaf (2020)

Após 2 a 2 no tempo regular, o Motagua precisou de 36 pênaltis para aplicar 15 a 14 no Comunicaciones. A partida foi válida válida pela fase preliminar da Liga da Concacaf. No vídeo acima você pode ver a disputa completa, que durou aproximadamente 30 minutos.

Bônus!

Sérvia x Escócia - Eurocopa (2020)

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Quebrando um jejum de 22 anos, a Escócia bateu a Sérvia e conquistou a última vaga para a Eurocopa 2020, que será disputa entre junho e julho deste ano. O tempo regular foi encerrado em 1 a 1, sendo que a seleção do goleiro Marshall venceu por 5 a 4. Tudo bem que não virou uma verdadeira maratona, mas deixamos aqui por um motivo: te lembrar que a Euro está chegando!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos