50 anos de Chapolin: de quais super-heróis o mexicano poderia ganhar na briga?

Rafael Monteiro
·3 minuto de leitura
Chapolin venceria dos super-heróis da Marvel? É difícil, mas... (reprodução)
Chapolin venceria dos super-heróis da Marvel? É difícil, mas... (reprodução)

Chapolin, um dos mais icônicos super-heróis já nascidos na América Latina, completa 50 anos em 2020. A primeira esquete do personagem criado por Roberto Gómez Bolaños foi ao ar no dia 3 de dezembro de 1970, como parte do programa "Los Supergenios de La Mesa Cuadrada".

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Por falta de atores interessados em interpretar o personagem marcado pelos seus medos e aparente fraqueza, coube ao próprio Bolaños dar vida à criação. Já aos 41 anos e com apenas 1,62 de altura, o criador conseguiu transmitir ainda mais humanidade ao personagem.

Leia também

Com o nome inspirado no "chapulín", um gafanhoto bastante visto no México, o personagem passou por muitas transformações até ganhar o seu próprio programa, em 1973, na Televisa, ficando no ar até 1979. Os episódios foram dublados em muitas línguas, virando uma febre inclusive no Brasil.

Como homenagem a um dos salvadores mais imperfeitos (e até por isso tão interessante), pensamos na seguinte pergunta: quais super-heróis famosos poderiam perder para o nosso Chapolin na briga - ou pelo menos no humor? Demos alguns palpites abaixo:

Homem-Formiga: briga de polegares

Quem vê o Homem-Formiga de Paul Rudd no Universo Cinematográfico Marvel dificilmente não o associa ao Chapolin. Assim como o estadunidense, o super-herói mexicano também consegue ter o tamanho reduzido com a ajuda de pílulas - no caso do mexicano, são as Pílulas de Nanicolina (Scott Lang usa partículas Pym). Quer saber? Na briga entre os nanicos, nós apostamos no Polegar Vermelho.

Deadpool: quem quebra mais a quarta parede

Morre de rir com o Deadpool falando diretamente com o público? Pois bem, muito antes de ser modinha, o Chapolin fazia isso com ditados ditos de forma errada ou até mesmo diálogos importantes com o público. No episódio final do seriado do Polegar Vermelho na Televisa, por exemplo, Bolaños fez um emocionante discurso de despedida, agradecendo a todos os colegas do elenco pelo sucesso na jornada.

Homem-Aranha: sensores de perigo

As antenas de vinil de Chapolin detectam a presença do inimigo. O recurso é muito semelhante ao Sensor Aranha de Peter Parker. Claro, o Homem-Aranha tem muito mais recursos para uma briga, mas quem será que atende os chamados mais rápidos? O super-herói mexicano parece chegar antes no local do crime - apesar dos tombos.

Jean Grey: paralisia com ou sem acessórios

A corneta paralisadora de Chapolin Colorado quebra um baita galho ao imobilizar criminosos e até mesmo objetos no ar. Quem também consegue fazer isso, apenas com o poder da mente, nos quadrinhos é Jean Grey, personagem dos X-Men que ganhou um filme solo não muito satisfatório recentemente. Ela é muito mais forte, mas quem será que tem os movimentos mais calculados?

Super Sam (claro): Latinos x americanos

O super-herói estadunidense interpretado por Ramón Valdés (uma mistura de Super-Homem com Tio Sam) já tem certa idade e só quer pensar em aposentadoria. Apesar de enciumado, Chapolin tem toda a condição de derrotar o representante imperialista. Mas reconhecemos que a briga vai ser boa - afinal, Sam carrega uma bolsinha de dinheiro consigo. Existiria artefato mais poderoso no mundo capitalista? Acreditamos que não... Mas ainda assim, vai, Chapolin, contamos com a sua astúcia!

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube