5 vacas, um restaurante e uma casa: as promessas de prêmios da Indonesia pelo ouro no badminton

·1 minuto de leitura
Jogadores de badminton da Indonésia receberam propostas inusitadas (Foto: Ou Dongqu/Xinhua via Getty Images)
Jogadores de badminton da Indonésia receberam propostas inusitadas (Foto: Ou Dongqu/Xinhua via Getty Images)

Imagine que você é um competidor e vai disputar uma Olimpíada. É fácil pensar em dinheiro, nas premiações que são oferecidas pelas medalhas, e até pelo nome que estará para sempre na história. Superar-se em uma competição contra concorrentes do mundo inteiro é algo que fica na memória, seja qual for a motivação.

Mas, para os competidores de badminton da Indonésia, a motivação ganhou contornos diferentes. Tudo o que foi dito anteriormente se aplica, sem dúvidas, mas eles tiveram que se inspirar em coisas ainda mais diferentes, como cinco vacas, um restaurante e uma casa.

Leia também:

Sim, você não leu errado. Essas são as promessas de prêmio para os medalhistas de ouro Greysia Polii e Apriyani Rahayu quando retornarem de Tóquio. A verdade é que o badminton é um esporte muito cultural na Indonésia.

O distrito principal da cidade de Apriyani, que fica nas ilhas Sulawesi, foi quem prometeu a ela as cinco vagas, a casa, enquanto uma rede de restaurantes disse que também daria as suas próprias ofertas. Enquanto países de maior expressão olímpica estão com bons números, a Indonésia soma somente uma medalha de ouro, uma de prata e três bronzes — e a 39ª colocação geral.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos