5 possíveis técnicos para o Grêmio em caso de demissão de Renato Portaluppi

Fabio Utz
·2 minuto de leitura

O trabalho de Renato Portaluppi pode, sim, ter um ponto final no Grêmio depois de quase cinco anos. Fica claro, pelas manifestações de dirigentes, que ele já está longe de ser uma unanimidade e que há quem defenda o término do ciclo - a decisão, pela demissão ou permanência, será tomada ao longo desta quinta-feira. Por isso, o 90min elenca cinco possíveis substitutos para o treinador.

1. Tiago Nunes

Treinador está sem clube desde que deixou o Corinthians | Lucas Uebel/Getty Images
Treinador está sem clube desde que deixou o Corinthians | Lucas Uebel/Getty Images

Chegou a abrir negociações para assumir o Santos no início da temporada, mas não houve avanço. Está sem clube desde que deixou o Corinthians.

2. Maurício Barbieri

Profissional faz bom trabalho no Red Bull Bragantino | Miguel Schincariol/Getty Images
Profissional faz bom trabalho no Red Bull Bragantino | Miguel Schincariol/Getty Images

É uma revelação por conta do trabalho realizado no Red Bull Bragantino. Se o Grêmio já tirou do clube paulista o preparador físico, por qual razão não buscar também o treinador?

3. Jair Ventura

Técnico, recentemente, foi demitido do Sport | Alexandre Schneider/Getty Images
Técnico, recentemente, foi demitido do Sport | Alexandre Schneider/Getty Images

Faz todo estilo de Romildo Bolzan Júnior apostar em um jovem, mas com certa experiência. Recentemente, foi demitido pelo Sport.

4. Rafael Lacerda

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

É o atual treinador do Caxias. Já fez ótima campanha no último Campeonato Gaúcho, competição na qual o time grená derrotou o Grêmio em três dos quatro enfrentamentos realizados.

5. Arce

Paraguaio, atualmente, comanda o Cerro Porteño | NORBERTO DUARTE/Getty Images
Paraguaio, atualmente, comanda o Cerro Porteño | NORBERTO DUARTE/Getty Images

Atual treinador do Cerro Porteño, é um nome estrangeiro com passagem por seleção e que é ídolo da torcida. Embora não esteja no patamar de Renato, manteria a relação com as arquibancadas.

OBS: quem escreve não necessariamente concorda que os nomes são solução, mas foram citados levando em conta a forma de pensamento da atual direção gremista.