5 pontos que o Flamengo deve melhorar para a estreia na Libertadores

Antonio Mota
·2 minuto de leitura

Após perder para o Vasco e empatar com a Portuguesa-RJ, o Flamengo vai visitar o Vélez Sarsfield no Estádio José Amalfitani, na Argentina, na noite dessa terça-feira (20), pela estreia da Conmebol Libertadores de 2021, em um confronto que marca o real começo da temporada vermelha e preta. Pressionado, o Rubro-Negro não chega em um bom momento ao maior torneio da América do Sul. Veja abaixo 5 pontos que o Mais Querido precisa melhorar para a largada da Libertadores.

1. Defesa

O Flamengo vem tomando muitos gols. | Buda Mendes/Getty Images
O Flamengo vem tomando muitos gols. | Buda Mendes/Getty Images

O Flamengo voltou a ter problemas em seu sistema defensivo. Até o momento, nesta temporada, o Rubro-Negro disputou 11 partidas e tomou 11 gols – média de um tento por confronto. Além disso, o clube só não foi vazado em quatro jogos.

Rogério Ceni precisa dar uma atenção especial ao setor. A falta de uma dupla de zaga fixa, Arão improvisado e o meio de campo formado sem nenhum exímio marcador pode não estar funcionando tão bem quanto ele acredita.

2. Combatividade

O Mais Querido se mostrou muito passivo nas últimas partidas. | Buda Mendes/Getty Images
O Mais Querido se mostrou muito passivo nas últimas partidas. | Buda Mendes/Getty Images

O Flamengo se notabilizou nas últimas temporadas por ser um time combativo, aguerrido e de muita intensidade. Porém, nas últimas partidas, o Rubro-Negro tem se mostrado cabisbaixo e desanimado. Isso não pode continuar na Libertadores.

3. Compactação

O Flamengo tem dado muitos espaços aos adversários. | EVARISTO SA/Getty Images
O Flamengo tem dado muitos espaços aos adversários. | EVARISTO SA/Getty Images

Com um time desbalanceado e espaçado, o Flamengo tem cedido muito espaço aos adversários. Foi assim contra o Vasco e também contra a Portuguesa-RJ, citando apenas os exemplos mais recentes. Ceni precisa compactar a equipe novamente.

4. Posse de bola 'morta'

O Flamengo precisa de agressividade. | Buda Mendes/Getty Images
O Flamengo precisa de agressividade. | Buda Mendes/Getty Images

O Flamengo também precisa melhorar, e muito, a sua relação com a bola. Nas últimas partidas, o Rubro-Negro tem mantido muito a posse da pelota, mas tem sido pouco efetivo. Falta agressividade e perspicácia para concluir os lances.

5. Arrascadependência e Éverton Ribeiro

Arrascaeta é fundamental, mas o Flamengo precisa de mais armas. | Wagner Meier/Getty Images
Arrascaeta é fundamental, mas o Flamengo precisa de mais armas. | Wagner Meier/Getty Images

Embora Arrascaeta seja peça-chave para o bom funcionamento do esquema do Flamengo, Rogério Ceni precisa ter mais cartas na manga. O treinador precisa pensar em formas de o Mais Querido jogar sem o meia.

Além disso, o Mito também precisa ajudar Éverton Ribeiro a reencontrar o futebol de tempos atrás. O meia-atacante é essencial para uma boa campanha na Libertadores.