As 5 melhores finais da história da Copa do Nordeste

Guilherme Lopes
·3 minuto de leitura

Atualmente a Copa do Nordeste é o principal torneio regional do país, dando exemplo em organização para outras competições. Nos últimos anos (pelo menos antes da pandemia), as torcidas deram show na arquibancada, com uma boa média de publico.

A competição foi criada em 1994, cheia de idas e vindas, e já foram realizadas dezessete edições. Você se recorda das cinco melhores finais da Copa do Nordeste? Ou melhor, da “Lampions League”.

5. Sport x Ceará – 2014

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O Sport montou uma equipe competitiva para sua volta a Série A, refletindo em uma boa campanha no torneio, e também na Copa do Nordeste. Os pernambucanos abriram logo uma boa vantagem no primeiro jogo, quando venceram por 2x0. No jogo da volta, os cearenses não conseguiram reverter o placar, empatando por 1x1. Destaque para as atuações de Magrão e Neto Baiano.

4. Bahia x Vitória – 2002

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Terceira final do “BaVi” na competição, e a primeira que o Bahia saiu campeão contra o rival. Os dois jogos tiveram a mesma característica de muitos gols. O Bahia venceu a primeira partida por 3x1 com uma fonte nova lotada, cerca de 65 mil pessoas presentes. No jogo da volta, segurou um empate por 2x2.

3. Ceará x Bahia – 2015

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A equipe cearense chegava mordida para essa final, afinal no ano anterior terminou com um vice-campeonato. Na primeira partida, o alvinegro jogou de uma forma inteligente, esperando o adversário, e com uma falha bizarra do goleiro baiano, Jean, a equipe venceu por 1x0. No jogo da volta, o Castelão recebeu um publico de 63 mil pagantes, vencendo também por um placar de 2x1. Foi o primeiro titulo do Ceará, e de forma invicta.

2. Santa Cruz x Campinense – 2016

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Vice-Campeão da Série B, e capitaneados pelo experiente atacante, Grafite, o Santinha chegou como o grande favorito nesse confronto. Todavia, os paraibanos venderam caro esse titulo, depois de uma vitória sofrida nos acréscimos na ida, os pernambucanos só precisavam de um empate para conquistar o campeonato. Aos 71 minutos, o Campinense abriu o placar, chegando a ficar com uma mão na taça, mas o empate não demorou muito, aos 79 minutos, Arthur Caike marcou o gol do titulo. Além de Grafite, o Santa Cruz contava com Keno, Léo Moura e Raniel.

1. Vitória x Bahia - 1997

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A primeira final do “BaVi” na Copa do Nordeste. Logo no primeiro jogo, o Vitória já abriu uma grande vantagem, vencendo por 3x0 como visitante. Na volta, o esquadrão de aço bem que esboçou uma reação, vencendo por 2x1, mas não foi suficiente para tirar o titulo do arquirrival. As duas equipes contavam com grandes nomes no elenco, entre eles: Bebeto, Fábio Costa, Bobo, Gil Baiano, Tulio, Fabão e Jorge Wagner.