5 jogadores que 'pularam o muro' entre Milan e Inter de Milão

·2 minuto de leitura

Em um futebol onde as transferências e trocas de camisa são cada vez mais constantes, se acumulam os casos de jogadores que já defenderam mais de um time da mesma cidade. Seja no Brasil ou no Velho Continente, muitos são os exemplos de atletas que atuaram, em algum momento da carreira, por arquirrivais locais.

Não tão comuns, no entanto, são as "puladas de muro" diretas: ir de um rival ao outro sem um intervalo entre as passagens, movimento que costuma gerar manifestações acaloradas das duas torcidas envolvidas. A seguir, elencamos 5 jogadores que mudaram de camisa em Milão, indo do Rossonero ao Nerazzurro de forma direta, ou vice-versa.

1. Hakan Çalhanoğlu

Calhanoglu está de saída do Milan rumo à Inter | Marco Canoniero/Getty Images
Calhanoglu está de saída do Milan rumo à Inter | Marco Canoniero/Getty Images

O armador turco inspirou a realização deste artigo, afinal, está assinando com a Inter de Milão após quatro temporadas defendendo a camisa do Milan. Seu contrato com o clube rubro-negro chegou ao fim e o meia optou por não renovar, apesar de ter recebido proposta de extensão. Sua ida à rival Inter já está selada, confirmada pelo próprio atleta.

2. Clarence Seedorf

Seedorf atuou na Inter por 3 anos | Alessandro Sabattini/Getty Images
Seedorf atuou na Inter por 3 anos | Alessandro Sabattini/Getty Images

Lenda do futebol holandês e quatro vezes campeão da Champions em sua carreira, o meia é lembrado mundialmente por seus dez anos de história no Milan. No entanto, antes de chegar ao Rossonero em 2002, defendeu a Inter ao longo de três temporadas, sem conquistar títulos. Era subaproveitado no clube nerazzurri e acabou virando uma lenda no rival.

3. Christian Vieri

Vieri teve passagem apagada pelo Milan | Alessandro Sabattini/Getty Images
Vieri teve passagem apagada pelo Milan | Alessandro Sabattini/Getty Images

Centroavante de força e de longo currículo no futebol italiano, Vieri tem uma história curiosa: foi revelado pelo Torino, mas conquistou seus primeiros títulos profissionais na rival Juventus. Além disso, atuou pelos dois gigantes de Milão em sequência: seis anos na Inter de Milão (1999-2005), seguidos de uma temporada apagada no Milan (2005/06).

4. Andrea Pirlo

Pirlo também defendeu os dois clubes | Clive Brunskill/Getty Images
Pirlo também defendeu os dois clubes | Clive Brunskill/Getty Images

Revelado pelo Brescia, o maestro foi negociado ainda muito jovem à Inter de Milão, no ano de 1998. Passou duas temporadas emprestado para adquirir experiência e retornou aos Nerazzurri em 2001, mas seguiu sem conseguir sequência de jogo vestindo azul e preto. Quem se aproveitou disso foi o Milan, que tirou o promissor meia do arquirrival e o moldou em um dos melhores do mundo.

5. Antonio Cassano

Cassano também 'pulou o muro' em San Siro | Valerio Pennicino/Getty Images
Cassano também 'pulou o muro' em San Siro | Valerio Pennicino/Getty Images

Fechamos essa lista com o polêmico e controverso centroavante italiano, que defendeu sete clubes diferentes de seu país ao longo de sua carreira. Seu tempo em Milão foi curto, atuando apenas uma temporada pelo Milan (2011/12) e outra pela Inter (2012/13), também sem intervalo entre as passagens. Não deixou saudade em nenhum dos dois clubes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos