5 jogadores que o Vasco se arrependeu de negociar

Pedro José Domingues
·4 minuto de leitura

As idas e vindas em um clube de futebol se tornaram cada vez mais cotidianas. Porém, nessas idas, o impacto pode ser muito maior temporadas depois, mesmo que naquele momento a saída era justa.

Ainda que muitas das negociações rendam boas cifras para o clube, o impacto no desempenho da equipe é notório, e na maioria das vezes uma peça de reposição acaba virando um tesouro a ser encontrado.

Abaixo, separamos cinco negociações feitas pelo Vasco que, se fossem melhor avaliadas, poderiam estar dando um ótimo retorno futebolístico e/ou financeiro hoje em dia.

5. Nathan Santos

Nathan foi destaque na lateral-direita do Vasco nas últimas duas Copinhas. Promovido aos profissionais em 2020, havia expectativa do lateral de 19 anos já figurar entre os titulares da equipe.

Porém, por conta de impasses em sua renovação de contrato com o cruzmaltino, foi negociado com o Boavista-POR. Nathan tem passagens na seleção de base, e seria uma peça muito importante na posição do Vasco hoje. Muito potencial.

4. Evander

FBL-LIBERTADORES-VASCO-CONCEPCION | MAURO PIMENTEL/Getty Images
FBL-LIBERTADORES-VASCO-CONCEPCION | MAURO PIMENTEL/Getty Images

Mais um revelado pelo clube. Evander subiu aos profissionais com muita expectativa da torcedor, por sempre ter sido destaque na base. Porém, por conta de oscilações nas sua atuações - algo natural para um jovem jogador-, acabou ficando marcado com parte da torcida.

Em 2018, foi negociado com o Midtjylland, da Dinamarca, por 2,5 milhões de euros. Atualmente, é um dos destaques da equipe, tendo números impressionantes na liga nacional e despertando interesse em grandes clubes europeus. Está avaliado em 7 milhões de euros.

3. Renato Kayzer

Outra jóia do clube. Renato Kayzer subiu aos profissionais em 2014, porém, sem muito destaque no time principal, foi sendo emprestado sucessivamente para diversos clubes. O atacante de 24 anos só passou a ter destaque e regularidade seis anos depois, e depois de defender dez clubes.

Atualmente, vem fazendo um ótimo Brasileirão e sendo um dos artilheiros da competição - estava no Atlético Goianiense, mas foi negociado com o Athletico Paranaense.

Trata-se de um jogador muito mais maduro que seis anos atrás, e que certamente jogará em grandes equipes do Brasil daqui pra frente.

2. Fredy Guarín

Flamengo v Vasco - Brasileirao Series A 2019 | Wagner Meier/Getty Images
Flamengo v Vasco - Brasileirao Series A 2019 | Wagner Meier/Getty Images

Com Fredy Guarín na equipe em 2020, o ano do cruzmaltino com certeza seria bem diferente. O colombiano de 34 anos chegou com moral no Vasco e, mesmo com poucos jogos, ganhou o carinho da torcida e teve destaque em campo.

Porém, por conta de problemas particulares na Colômbia e impasses na negociação da renovação de seu contrato com o Vasco, o meia rescindiu com o clube antes mesmo do início do Brasileirão.

Guarín daria uma maior qualidade no meio campo do Vasco junto com Andrey, Leo Gil e Benítez, municiando o matador Germán Cano. Atualmente, está sem clube.

1. Thiago Galhardo

FBL-SUDAMERICANA-VASCO-LIGA | MAURO PIMENTEL/Getty Images
FBL-SUDAMERICANA-VASCO-LIGA | MAURO PIMENTEL/Getty Images

Com certeza o jogador que mais teve sucesso depois da saída do Vasco. O meia Thiago Galhardo foi praticamente "chutado" de São Januário, por supostamente ter vazado informações de dentro do clube.

Galhardo até teve bom desempenho com a camisa 8 cruzmaltina, mas por conta da relação desgastada com diretoria e comissão técnica, não tinha regularidade. Após sua saída do clube, Thiago Galhardo parece estar em sua melhor forma, com regularidade, destaque e apoio de clube e torcida.

Foi assim no Ceará, e está sendo assim no Inter. Galhardo é o atual artilheiro do Brasileirão, e vive um ótimo momento sob comando do argentino Eduardo Coudet. Candidato fortíssimo para ser craque da competição.

Para mais detalhes dessa volta por cima de Thiago Galhardo, clique aqui.