5 craques que retornaram da Europa para ganhar uma Libertadores

Fabio Utz
·1 minuto de leitura

Todos são craques. Alguns ainda podem ser elevados à categoria de gênios. Em comum, o fato de terem regressado da Europa para conquistar uma Libertadores. Abaixo, cinco gigantes do futebol que cumpriram esse caminho com êxito.

1. Juan Román Riquelme

DANIEL GARCIA/Getty Images
DANIEL GARCIA/Getty Images

Depois de ter sido figura central nas conquistas de 2000 e 2001, voltou ao Boca Juniors em 2007, tendo antes vestido as camisas de Barcelona e Villarreal. Com um nível extraordinário, garantiu a sexta Copa ao Boca.

2. Enzo Francescoli

DANIEL LUNA/Getty Images
DANIEL LUNA/Getty Images

O uruguaio deixou o River Plate em 1986 com a promessa de que voltaria ao clube para levantar uma Libertadores. E isso aconteceu. Regressou em 1994 e, dois anos depois, garantiu o título.

3. Ronaldinho Gaúcho

VANDERLEI ALMEIDA/Getty Images
VANDERLEI ALMEIDA/Getty Images

Um dos maiores jogadores de todos os tempos, o meia deixou o Brasil em 2001 para defender Paris Saint-Germain, Barcelona e Milan. Regressou ao país dez anos depois, mais foi em 2013, pelo Atlético-MG, que chegou à Glória Eterna.

4. Juan Sebastián Verón

JUAN MABROMATA/Getty Images
JUAN MABROMATA/Getty Images

Ídolo máximo da história do Estudiantes, o meio-campista retornou ao clube em 2006, após uma experiência europeia, para garantir uma inesquecível conquista de Libertadores. Foi em 2009, no Mineirão, diante do Cruzeiro.

5. Gabigol

Jam Media/Getty Images
Jam Media/Getty Images

Herói do Flamengo na conquista de 2019, chegou ao clube depois de pouco brilhar na Europa. Mesmo contratado a peso de ouro, não rendeu por Inter de Milão ou Benfica. Mas pelo Rubro-Negro...