5 clubes que 'renasceram' um arquirrival e acabaram pagando caro em competições

·3 minuto de leitura

O Palmeiras não retribuiu com gentileza a 'ajudinha' recebida do Corinthians no Campeonato Paulista. Após se classificar para o mata-mata estadual com uma 'mãozinha' do arquirrival, o Alviverde venceu e eliminou o Timão na Neo Química Arena, na tarde do último domingo (16), pela semifinal do Paulistão. O Alvinegro deveria ter "matado" o Verdão quando teve a chance?

A seguir, veja clubes que "renasceram" um arquirrival e acabaram pagando caro dentro de campo.

1. Corinthians 'renasceu' o Palmeiras no Paulistão 2021

O Corinthians pagou e caro por ter deixado o Palmeiras no Campeonato Paulista. | MARIANA GREIF/Getty Images
O Corinthians pagou e caro por ter deixado o Palmeiras no Campeonato Paulista. | MARIANA GREIF/Getty Images

O Palmeiras só chegou ao mata-mata do Paulistão 2021 porque o Corinthians o ajudou. Na última rodada da fase de grupos, o Verdão precisava vencer a Ponte Preta e torcer para que o arquirrival ao menos empatasse com o Novorizontino, que disputava a vaga com o time da Allianz Arena. E tudo favoreceu o Alviverde, que superou a Macaca e viu o Timão vencer por 2 a 1. Agora, na semi, o Palmeiras não perdoou e eliminou o “amigo”.

2. Palmeiras deixou o Boca Juniors vivo na Libertadores de 2018

O Palmeiras renasceu e foi eliminado para o Boca Juniors na Libertadores de 2018. | Alexandre Schneider/Getty Images
O Palmeiras renasceu e foi eliminado para o Boca Juniors na Libertadores de 2018. | Alexandre Schneider/Getty Images

O Palmeiras caiu para o Boca Juniors na semifinal da Conmebol Libertadores de 2018. A frustração, porém, poderia ser sido evitada, uma vez que o Verdão poderia ter eliminado os xeneizes ainda na fase de grupos. À época, na última jornada da etapa, o Alviverde precisava apenas perder para o Junior Barranquilla, no Allianz Parque, para que os hermanos saíssem do torneio continental. Os brasileiros, no entanto, venceram e deixaram os arquirrivais da Argentina vivos. Arrependimento?

3. Santos salvou o Verdão do rebaixamento e... e pagou na Copa do Brasil

O Santos poderia ter rebaixado o Palmeiras no Brasileirão de 2014. | Miguel Schincariol/Getty Images
O Santos poderia ter rebaixado o Palmeiras no Brasileirão de 2014. | Miguel Schincariol/Getty Images

Sem maiores ambições no Campeonato Brasileiro de 2014, o Santos poderia ter “entregado” para o Vitória-BA para que o Palmeiras fosse rebaixado para a Série B. O Peixe, no entanto, não quis saber de brincadeira e superou o Leão por 1 a 0. Com o resultado, o Verdão se manteve na elite do futebol nacional e ainda venceu o Alvinegro Praiano na final da Copa do Brasil de 2015.

4. Internacional não 'matou' o Grêmio e pagou no Gauchão de 2018

O Internacional é freguês do Grêmio? | Lucas Uebel/Getty Images
O Internacional é freguês do Grêmio? | Lucas Uebel/Getty Images

O Grêmio chegou à última rodada da fase de grupos do Campeonato Gaúcho de 2018 correndo riscos de ficar de fora do mata-mata. Porém, o Imortal superou expectativas, venceu o arquirrival Internacional e avançou às quartas de final do torneio. Já na nova etapa, o Tricolor se deparou novamente com o Colorado e não perdoou: eliminou o arqui-inimigo e ainda bateu campeão.

5. Vasco e o Fluminense na Taça Guanabara de 2012

Com “ajuda” do Vasco, o Fluminense ganhou o Campeonato Carioca de 2012. | Buda Mendes/Getty Images
Com “ajuda” do Vasco, o Fluminense ganhou o Campeonato Carioca de 2012. | Buda Mendes/Getty Images

Com uma campanha perfeita no Campeonato Carioca de 2012, o Vasco poderia ter deixado o Fluminense por mais algum tempo na fila pela conquista da Taça Guanabara. À época, o Gigante da Colina não 'entregou' para o Boavista e assim deixou Tricolor das Laranjeiras continuar na competição. No fim das contas, o Tricolor embalou e conquistou o troféu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos