5 auxiliares de técnicos consagrados que treinaram grandes clubes

Lucas Humberto
·3 minuto de leitura

O Newell's Old Boys foi o primeiro clube da carreira de Lionel Messi. Após a saída de Frank Kudelka, a diretoria do tradicional time da Argentina agiu rápido e trouxe Germán Burgos, ex-auxiliar de Simeone, para comandar a equipe. O ex-goleiro dos hermanos não terá uma missão nada fácil, já que seu novo plantel conquistou apenas um ponto em cinco rodadas.

Conheça cinco auxiliares de técnicos consagrados que treinaram grandes clubes.

1. Domènec Torrent

Torrent trabalhou mais de 10 anos como auxiliar de Guardiola. | Catherine Ivill - AMA/Getty Images
Torrent trabalhou mais de 10 anos como auxiliar de Guardiola. | Catherine Ivill - AMA/Getty Images

Embora a torcida do Flamengo não guarde boas lembranças de Domènec, o treinador espanhol ficou anos sendo auxiliar de Pep Guardiola, uma lenda viva do futebol mundial.

Torrent esteve ao lado de Guardiola entre 2007 e 2018. O início da dupla foi no Barcelona B, passando pela equipe culé principal, Bayern de Munique e encerrando a parceria no Manchester City. Ele assumiu o New York City FC em 2018 e o Flamengo dois anos depois.

2. Hansi Flick

Joachim Low anunciou recentemente que deixará o comando da seleção alemã. | Martin Rose/Getty Images
Joachim Low anunciou recentemente que deixará o comando da seleção alemã. | Martin Rose/Getty Images

A carreira de Hansi Flick prova que na vida é preciso ter paciência. Em 2006, ele foi nomeado como auxiliar técnico de Joachim Löw na seleção alemã, onde permaneceu até 2014. Em 2019, Flick assumiu como assistente de Niko Kovač no Bayern de Munique.

Após demissão do treinador, o clube bávaro decidiu apostar em Hansi como head coach, função que ocupa até hoje.

3. Fábio Carille

Carille cultivou seu espaço no Timão e conseguiu se tornar head coach da equipe em 2017. | MAURO PIMENTEL/Getty Images
Carille cultivou seu espaço no Timão e conseguiu se tornar head coach da equipe em 2017. | MAURO PIMENTEL/Getty Images

Após encerrar sua carreira como jogador, Fábio Carille decidiu permanecer próximos dos gramados. Sua primeira empreitada foi como auxiliar-técnico do Grêmio Barueri em 2007. Dois anos depois, o treinador iniciou sua histórica trajetória pelo Timão, onde foi braço direito de Mano Menezes, Adílson Batista, Tite e Cristóvão Borges.

Em 2017, Carille assumiu a equipe principal e, contrariando diversas expectativas na época, levou o Alvinegro ao topo do Brasileirão.

4. Oswaldo de Oliveira

Treinador é conhecido pela calma. | Hiroki Watanabe/Getty Images
Treinador é conhecido pela calma. | Hiroki Watanabe/Getty Images

Oswaldo de Oliveira comandou uma extensa lista de clubes brasileiros ao longo de sua carreira. A última participação do calmo treinador na beira dos gramados foi em 2019, pelo Fluminense.

Ele começou como auxiliar técnico de Vanderlei Luxemburgo, no Corinthians, em 1998, e assumiu a equipe como técnico principal no ano seguinte.

5. Germán Burgos

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O ex-goleiro da seleção argentina é mais uma prova que você pode conquistar grandes feitos se aproveitar as oportunidades. Começando sua carreira fora das quatro linhas, Burgos foi auxiliar técnico de Marco Giampaolo no Catania Calcio, da Itália, em 2011. Ainda no mesmo ano, assumiu o Racing Club como braço direito de Diego Simeone.

Em 2012, rumou com Simeone para o Atlético de Madrid, onde ficou até agosto do ano passado. Recentemente, ele foi anunciado como técnico principal do Newell's Old Boys.