4 rivais que o torcedor do Flamengo quer evitar a todo custo na fase de grupos da Libertadores

Antonio Mota
·2 minuto de leitura

Campeão da Série A do Campeonato Brasileiro de 2020, o Flamengo conquistou novamente uma vaga direta para a fase de grupos da Conmebol Libertadores. Cabeça de chave, o Rubro-Negro Carioca aguarda o sorteio, o qual vai ser realizado na próxima sexta-feira (9), para saber quais clubes vai enfrentar nesta etapa do principal torneio sul-americano.

Por ora, não há como saber como vai ficar a chave do Mais Querido, mas é possível notar que o clube pode encontrar alguns adversários bem complicados. Confira:

1. Grêmio ou Independiente del Valle

O Flamengo tem história contra Grêmio e Independiente del Valle. | Buda Mendes/Getty Images
O Flamengo tem história contra Grêmio e Independiente del Valle. | Buda Mendes/Getty Images

O Flamengo tem se dado bem contra o Grêmio nos últimos anos – a destacar o 5 a 0 aplicado pelo Rubro-Negro no Tricolor na Libertadores de 2019 –, no entanto, o Imortal é sempre complicado e evitá-lo na fase de grupos pode ser uma boa. O clube gaúcho não é tricampeão sul-americano por obra do acaso.

A história do Mais Querido contra o Independiente del Valle é recente, mas já cheia de rivalidade e provocações. Afinal, La Máquina del Valle é a dona da maior goleada aplicada no time carioca na Libertadores: 5 a 0. Além do mais, o clube equatoriano tem uma boa equipe e pode dificultar para qualquer equipe da competição – sem falar na altitude.

2. LDU

A LDU é complicada. | Pool/Getty Images
A LDU é complicada. | Pool/Getty Images

O Flamengo é melhor do que a LDU em inúmeros sentidos – elenco, qualidade individual e coletiva, estrutura etc. Porém, mesmo sem brilhantismo, os equatorianos conseguem incomodar muito e costumam dificultar para os brasileiros, em especial pela altitude de Quito (2850m). Outro adversário para manter distância.

3. The Strongest (BOL)

Altitude, problemas e “entrega”: o The Strongest pode complicar para qualquer equipe da Libertadores. | JORGE BERNAL/Getty Images
Altitude, problemas e “entrega”: o The Strongest pode complicar para qualquer equipe da Libertadores. | JORGE BERNAL/Getty Images

Embora não seja muito qualificado ou refinado, o The Strongest, da Bolívia, é um adversário indigesto, sobretudo nos mais de 3600 metros de altitude de La Paz. O clube boliviano sabe aproveitar o seu território. O Flamengo, por sua vez, costuma sempre fora do nível do mar. Um adversário “chato” e para se ficar longe.