4 motivos para ver a decisão da Supercopa da Espanha mesmo não sendo Barça x Real

Nathalia Almeida
·3 minuto de leitura

Com a derrota do Real Madrid na tarde da última quinta-feira (14) - resultado que só aumentou a pressão sob os ombros de Zidane -, ficou definida que a decisão da Supercopa da Espanha 2020/21 será entre Barcelona e Athletic Bilbao. Os bascos foram responsáveis pela eliminação do gigante da capital, ao passo que o clube catalão garantiu sua vaga na final tirando a Real Sociedad nas penalidades.

É bem verdade que todos queriam mais um 'El Clasico' valendo taça no futebol espanhol, mas o duelo entre Barcelona e Bilbao também tem o seu valor e nós provaremos isso a seguir. Confira 4 motivos que tornam esta decisão, atraente para qualquer fã de futebol:

Último encontro = épico

Athletic Club v FC Barcelona - La Liga Santander | Juan Manuel Serrano Arce/Getty Images
Athletic Club v FC Barcelona - La Liga Santander | Juan Manuel Serrano Arce/Getty Images

Bilbao e Barcelona se enfrentam há menos de duas semanas, mais precisamente no dia 6 de janeiro, em confronto válido por La Liga. Foi um jogo espetacular e recheado de alternativas, que terminou com vitória suada dos catalães por 3 a 2. Pedri e Lionel Messi foram as grandes estrelas da partida, mas o conjunto basco exigiu demais da equipe de Ronald Koeman.

Com base nessa amostra recente, podemos esperar mais um belo duelo na decisão da Supercopa.

Recém-chegados com muito a provar

Real Madrid v Athletic Club - Supercopa de Espana Semi Final | Quality Sport Images/Getty Images
Real Madrid v Athletic Club - Supercopa de Espana Semi Final | Quality Sport Images/Getty Images

Os dois rivais vivem 'trabalhos embrionários' na área técnica: Ronald Koeman chegou ao Barcelona em agosto de 2020, ao passo que Marcelino Toral foi anunciado pelo Bilbao no último dia 3 de janeiro. Ambos têm muito a provar, cada um à sua forma: o primeiro precisa mostrar que é um treinador de elite e ideal para clubes de primeiro escalão, enquanto o segundo, após longo tempo de inatividade, quer mostrar que pode repetir o bom trabalho que emplacou no Valencia entre 2018/19.

E não há melhor jeito de se provar do que conquistando taças, não é mesmo?

Desejo de revanche

FBL-ESP-SUPERCOPA-BARCELONA-ATHLETIC | QUIQUE GARCIA/Getty Images
FBL-ESP-SUPERCOPA-BARCELONA-ATHLETIC | QUIQUE GARCIA/Getty Images

Talvez você não se lembre disso, mas Barcelona e Bilbao se enfrentaram na Supercopa da Espanha de 2015, à época ainda disputada sob formato antigo: apenas dois clubes, jogos de ida e volta. O gigante catalão contava com uma verdadeira máquina a seu favor: Messi, Suárez e Neymar, o épico trio MSN. Iniesta também ainda estava no Camp Nou.

Mas o grande herói daquela decisão foi o centroavante Aritz Aduriz, ídolo basco, autor de quatro dos cinco gols do Bilbao nos dois jogos. Uma conquista histórica para o time alvirrubro, com direito a goleada por 4 a 0 no San Mamés.

Não há dúvida de que o Barça se lembra bem disso e quer sua revanche. Afinal, vingança é um prato que se pode comer frio, sim.

Juventude x experiência

FBL-ESP-LIGA-ATHLETIC BILBAO-BARCELONA | ANDER GILLENEA/Getty Images
FBL-ESP-LIGA-ATHLETIC BILBAO-BARCELONA | ANDER GILLENEA/Getty Images

A média etária do elenco do Bilbao é consideravelmente superior se comparada ao do Barcelona, recheado de garotos na atual temporada. Será um confronto interessante entre a experiência basca - de expoentes como Capa, Dani García, Muniain, Raúl García e Ibai Gómez -, e a juventude catalã de Pedri, Frenkie De Jong, Dembelé, Dest, Ronald Araújo, Trincão, Riqui Puig e Mingüeza.

Não há quem não goste de um embate de gerações, não é mesmo?