4-2-3-1 ou 4-1-4-1? Carille aguarda Rodriguinho para definir esquema do Corinthians para o duelo contra o Botafogo-SP

O técnico Fábio Carille tem apenas uma dúvida para escalar o Corinthians para o jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista, neste sábado (1), às 18h30 (horário de Brasília), contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto. O meia Rodriguinho não treinou na manhã desta sexta-feira (31), no CT Joaquim Grava, por conta de dores no joelho esquerdo. Caso não tenha condições de jogo, ele será substituído por Camacho.

“Rodriguinho está reclamando de dor no joelho já tem algum tempo, achamos melhor ficar lá dentro fazendo fortalecimento. É a dúvida para amanhã”, afirmou Carille em entrevista coletiva.

A presença ou não do meio-campista determinará o esquema tático do Timão na partida. Se Rodriguinho jogar, o time alvinegro entrará no esquema preferido de Carille, o 4-1-4-1, com Gabriel protegendo a zaga, o camisa 26 atuando por dentro com Jadson, e Romero e Maycon abertos.

Já se Rodriguinho for vetado pelo departamento médico, o Corinthians atuará no 4-2-3-1. Nesse caso, Camacho faria companhia a Gabriel na primeiro linha do meio, Maycon jogaria aberto pelo lado esquerdo, Romero na outra ponta e Jadson como armador central.

No banco de reservas, serão duas novidades. O goleiro Walter, que entrou na lista de inscritos na vaga do lesionado Matheus Vidotto, e o recém-contratado Clayton.

Por outro lado, Pedro Henrique e Pedrinho, lesionados, se juntam a Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel e Kazim no departamento médico.