36º Bahia Juniors Cup começa neste sábado e baianos brigam por títulos

·3 min de leitura


Começa neste sábado, a partir das 8h, com a fase qualificatória, a 36ª edição do Bahia Juniors Cup, tradicional evento que será disputado nas quadras do Clube Bahiano de Tênis em parceria com a Associação Atlética da Bahia, nos bairros da Graça e da Barra, em Salvador (BA).

A competição, que vai até o dia 6 de novembro, tem 240 atletas de todo o Brasil e ao todo nove países, conta pontos no ranking mundial da Federação Internacional de Tênis até 18 anos e pontos no ranking sul-americano do Cosat até 14 e 16 anos e para o ranking nacional da Confederação Brasileira de Tênis até 12 anos.


Neste sábado será iniciado o evento com as fases qualificatórias dos torneios de 14 e 16 anos a partir das 8h e em seguida a primeira rodada do quali do torneio mundial até 18 anos.


O quali mundial terá a presença do atleta do Bahiano de Tênis, Victor Rocha, de 14 anos, que terá a primeira experiência em um evento mundial: "Minha expectativa é jogar bem, solto, terei adversários mais experientes e quero ganhar ritmo, entender como os mais velhos jogam. Quero aproveitar bastante e trazer o melhor de mim", disse Rocha que, se não passar o quali, disputa a chave principal na categoria 16 anos.


O sábado também terá início a chave principal da categoria 12 anos com presença de Nathalia Tourinho, de apenas 10 anos. Ela nasceu em São Paulo, mas toda sua família é baiana e com forte relação com o Bahiano de Tênis e com o torneio.


Seu avô, Luis Tarquinio, foi um dos fundadores do Bahia Juniors Cup que na década de 80 se chamava Copa Banco Econômico, que revelou nomes como Gustavo Kuerten (1993), Fernando Meligeni, André Sá, Marcelo Melo, Teliana Pereira, entre outros.


" Joguei o torneio durante sete anos e meu irmão também jogou umas duas ou três etapas. A Leticia que nasceu na Bahia jogou 4 anos o torneio, consagrando vice campeã de uma etapa. Agora vem Nathalia que tem 10 anos e vai jogar pela primeira vez o torneio na categoria 12 anos e tentar jogar também o Cosat de 14 anos", disse Patrícia, mãe de Nathália: "Apesar de ter nascido e viver em São Paulo, sempre estamos aqui na Bahia e trazendo a Nathália para treinar no Bahiano de Tênis".

Outro baiano na disputa será Felipe Badaró, também nos 12 anos. Ele treina no CostaVerde Tennis Clube e vai em busca do troféu: "Ele está muito animado pra disputar o torneio , que provavelmente será o último nacional que ele irá disputar neste ano", disse seu pai, Gilberto Badaró.


Além do Brasil há atletas inscritos da Sérvia, Rússia, Estados Unidos, Canadá, Argentina, Colômbia, Chile e da Bolívia.

O Bahia Juniors Cup é celeiro de grandes nomes do tênis brasileiro. Já disputaram a competição nomes como Gustavo Kuerten, campeão em 1993 na categoria 16 anos sobre o talento baiano Duda Catharino Gordilho em batalha de três sets, Fernando Meligeni, André Sá, o ex-número 1 do mundo de duplas, Marcelo Melo, Teliana Pereira e mais recentemente João Menezes, Medalha de Ouro dos Jogos Pan-Americanos em Lima, no Peru, e que disputou os Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão. O baiano Natan Rodrigues e o catarinense Pedro Boscardin, que chegaram ao top 10 juvenil disputando os Grand Slams, fizeram a estrelada final na temporada 2018 com triunfo do tenista local.

"Estamos muito felizes em poder resgatar o Bahia Juniors Cup após um ano sem poder realizar a competição. Aqui nascem várias estrelas do tênis nacional e é uma satisfação poder dar essa oportunidade aos novos nomes que estão surgindo", disse Duda Catharino, diretor da competição.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos