3 - São Paulo faz "agrado" a patrocinadora e estampa marca no peito da camisa

EDUARDO RODRIGUES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Corr Plastik, empresa de tubos e conexões, ficará exposta como patrocinadora principal do São Paulo por tempo indeterminado, e o clube não deve receber nenhum dinheiro a mais por isso.

Desde 2016, a Corr Plastik estampa sua marca nas mangas do uniforme do clube. O contrato assinado em julho com o valor de R$ 4,8 milhões até dezembro de 2017 determina que a comissão técnica também utilize o uniforme com a marca da empresa. A determinação, porém, não é seguida pelo técnico Rogério Ceni.

Nos jogos do clube, o treinador são-paulino dispensa a camisa com o patrocínio e utiliza um traje social. Apesar disso, diretores do São Paulo defendem a atitude do ex-goleiro. Eles dizem que Ceni merece um patrocínio exclusivo, e que o valor pago pela empresa é muito baixo.

A promoção da Corr Plastik ao lugar mais nobre da camisa, segundo a reportagem apurou, seria um "agrado" do departamento de marketing à empresa, que não gostou da recusa de Ceni. A Prevent Senior, que era a patrocinadora principal do time, não renovou seu contrato e o espaço estava vago. Procurada, a Corr Plastik não atendeu aos telefonemas.

Nos dois últimos jogos do clube, contra Palmeiras e ABC, os jogadores já entraram em campo com a marca da Corr Plastik no peito. A empresa continuará como patrocinadora principal nos próximos confrontos.

NOVO PATROCINADOR

Único clube entre os grandes paulistas sem um patrocinador principal, o São Paulo tentará fechar um novo acordo nos próximos dias.

"O São Paulo FC está em negociações avançadas com novas empresas interessadas em divulgar suas logomarcas nos mais diversos espaços do clube. Em especial, no patrocínio principal da camisa do time", afirmou o clube em nota.

A própria Corr Plastik é uma das empresas procuradas pelo clube para ser a nova patrocinadora principal. Ela teria de pagar cerca de R$ 4 milhões até o fim do ano para ser oficializada como patrocinadora principal.