3% | Relembre o que aconteceu na série para maratonar a 4ª temporada

Natalie Rosa
·9 minuto de leitura

A temporada final de 3%, série brasileira original da Netflix, finalmente está entre nós. Nesta sexta-feira (14), vamos acompanhar o que vai acontecer com o Maralto, a Concha e o Continente. A trama é de Pedro Aguilera e já conta com três temporadas na Netflix.

A série estreou em 2016 contando a história de um futuro pós-apocalíptico que deixou muitas pessoas vivendo na pobreza e sem recursos, porém, um grupo de pessoas criou o que pode ser chamado de Paraíso, com tudo o que é preciso para sobreviver e ter uma vida confortável.

Porém, somente 3% das pessoas podem viver lá e para isso é preciso provar que é merecedor. Muita coisa acontece em Maralto e no Continente, e para se aquecer antes de conferir os novos episódios é hora de relembrar os melhores momentos. Confira o resumão que o Canaltech preparou:

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

Primeira temporada

Tudo começa quando conhecemos um mundo pós-apocalíptico que está dividido entre o Continente e o Maralto. No Continente, as pessoas são extremamente pobres, e no Maralto estão todos os recursos necessários para ter uma vida perfeita, como água, alimentação, qualidade de vida e tecnologia. Mas entrar nesse mundo ideal não é fácil, pois é preciso merecer estar lá.

Somente 3% da população pode viver no Maralto e, para isso acontecer é preciso participar do Processo, que consiste em provas físicas e intelectuais, nem sempre justas. Os jovens passam a vida inteira aguardando pela idade em que poderão fazer o Processo, 20 anos, e isso acaba sendo decisivo para suas vidas.

Existem, no entanto, aqueles que são contra o Processo e as desigualdades causadas pelo Maralto e se uniram para destruí-lo: a Causa. A série, então, começa com Michele (Bianca Comparato) sendo uma infiltrada da Causa no Processo, tendo como principal motivação buscar o seu irmão, André (Bruno Fagundes) que participou da seleção e nunca mais voltou. Seu alvo também é o chefe dessas provas, o Ezequiel (João Miguel).

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

Somos apresentados à personagem Joana, interpretada por Vaneza Oliveira, que só quer entrar no Maralto para fugir da milícia do Continente após ter assassinado, acidentalmente, o filho do líder do grupo criminoso. Então conhecemos o personagem Rafael (Rodolfo Valente) que, na verdade, se chama Thiago. Ele também é um infiltrado da causa e está participando do Processo pela segunda vez, usando a identidade do irmão mais novo, a quem ele precisou matar.

Começamos a acompanhar quais são as provas do Processo, com destaque para a prova do cubo, sendo apenas uma das difíceis etapas que vão definir quem merece ou não ir ao Maralto. É quando vemos que nem tudo parece ser tão justo assim e que as regras podem ser modificadas ao longo do andamento das provas.

O personagem Ezequiel começa a revelar todos seus segredos e a trazer desconfiança para os seus colegas do Processo. Ele era casado com Júlia (Mel Fronckowiak), uma mulher que teve um filho enquanto ainda estava no Continente e que nunca conseguiu lidar muito bem com a separação. Essa confusão faz com que ela se suicide no Maralto, até que Ezequiel resolve começar a se encontrar escondido com esse filho para ajudar ele a passar no Processo lá no futuro.

Então, vemos a história de Marco (Rafael Lozano), que pertence à família Alvarez, que se acha superior. Eles são conhecidos por sempre passarem no Processo, trazendo mais responsabilidade para Marco. Porém, o personagem acaba se descontrolando ao querer passar na seleção a todo o custo e prova do seu próprio veneno em uma das provas, tendo as suas pernas amputadas, além de não passar, claro.

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

Lá no final do Processo, Fernando (Michel Gomes) acaba sendo enganado ao contarem que Michele, com quem ele estava tendo um "rolo", não havia passado pela última etapa e decidiu desistir, contrariando também o desejo do pai. Porém, ela continuou por lá e ele precisou ir embora. Então, chegou um momento crucial para Michele: envenenar Ezequiel. O plano, porém, dá errado e um inocente acaba morrendo.

Isso foi o suficiente para que Michele fosse pega e torturada por Ezequiel até que ela confessasse que era da Causa. Porém, ele também já foi um infiltrado e sabe que Michele foi enganada pelo Velho (Celso Frateschi). Ele acaba revelando para ela que, na verdade, André não estava morto.

Aqueles que passaram no Processo precisaram receber uma vacina que os esteriliza, afinal nenhuma criança deve nascer e ser criada no Maralto, uma vez que elas não mereceram estar lá. Nesse mundo, a hereditariedade não vale de nada. Outro momento tenso também foi quando Joana precisou assassinar uma das pessoas que queria a sua cabeça no Continente, como sendo a última prova. Ela não aceita e reprova o Processo.

Segunda temporada

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

A segunda temporada de 3% começa nos mostrando que o casal fundador na verdade era um trio (ou um trisal) e foram eles que criaram o Maralto, as regras de quem merece morar lá ou não e todo o Processo. Já em Maralto, Rafael está trabalhando como soldado da Divisão, o que também faz parte do seu processo de infiltrado na Causa.

Falando em Causa, eles estão planejando um ataque muito maior que envolve a explosão de uma bomba durante o Processo. Joana descobre esses planos e tenta evitar que isso aconteça, criando alternativas de sabotar o Maralto que não envolva a morte de inocentes. Enquanto isso, Fernando tenta convencer a sua melhor amiga, Glória (Cynthia Senek) a não participar do Processo, já sabendo do que vai acontecer. Ela, muito teimosa, não ouve nada do que o amigo fala e ainda acredita que ele está mentindo para que ela não vá embora.

Michele ainda está meio atordoada com tudo o que aconteceu na primeira temporada, mas não demora muito para que Ezequiel comece a perturbá-la de novo. Ele quer que ela volte a se infiltrar na Causa e a envia para o Continente, em troca da libertação de André, que está preso por ter cometido um assassinato.

Rafael ainda não conseguiu se comunicar com a Causa, até que consegue voltar ao Continente pelo seu trabalho como soldado. Lá, ele alerta os colegas que Michele não é mais confiável pois agora é uma aliada de Ezequiel. Durante essa sua estadia no Continente, Marcela (Laila Garin), sua superior, aparece por lá. Para provar de que ele não é um infiltrado da Causa, acaba matando a colega Ivana (Roberta Calza), a pedido dela, o que o deixa traumatizado.

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

Chega, então, o fim de Ezequiel. Marcela descobre os seus planos de infiltrado, que envolve detonar a bomba no Processo, e ela acaba o assassinando cruelmente. Porém, ele morre como herói pois a situação foi armada para que a população do Continente acreditasse que foi a Causa a responsável. Michele consegue roubar a bomba, mas Marcela a pega e a interna para que sua memória seja apagada.

Enquanto isso, Fernando está ativo na missão de impedir o Processo e acaba revelando segredos para a população do Continente. Joana é presa pela milícia, mas logo se liberta, e encontra Marco, que está com sede de vingança por tudo o que passou. Michele, graças a sua insistência, consegue libertar André, que começa a recuperar sua memória aos poucos. Descobrimos que ele foi preso por assassinato e que ele sabe segredos perigosos sobre o casal fundador.

Ao se esconder em um bunker com Michele, André lembra que ele descobriu um vídeo que mostra o que aconteceu com um membro do "trisal" fundador. Ela não queria tomar decisões drásticas para abrir o Maralto antes do tempo, o que envolveria a morte de várias pessoas do Continente, e acabou sendo assassinada por discordar. Porém, André concordou com tudo isso e se mostra um grande vilão.

Rafael está tentando roubar os dados do Maralto, mas é atacado por Michele que pega essas informações e leva até o conselho. É quando ela sugere a criação de um lugar chamado Concha, que abrigaria qualquer pessoa, sem nenhum tipo de Processo. Para isso, ela entregaria e os dados e receberia em troca o local, sementes, vitaminas e tudo mais que é necessário para sobreviver. Com o acordo aceito, ela chama Fernando para criar a Concha junto a ela.

Terceira temporada

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

Com a Concha funcionando firme e forte e todo mundo feliz, uma tempestade de areia surge e acaba com tudo. Com os planos de inclusão afetados, os recursos do local começam a acabar pois não tem água para plantar e o estoque foi invadido e roubado. Marcela, então, aparece dizendo que pode ajudar as pessoas que vivem lá fornecendo esses recursos, em troca de se tornar a nova líder.

Michele recusa e decide criar um processo para tirar as pessoas de lá, temporariamente, até que tudo seja reconstruído. Enquanto isso, descobrimos que Fernando morreu durante a construção da Concha. As provas são extremas e começam a incomodar os moradores do local, que logo se revoltam.

Joana descobre que havia a chance de eles serem ajudados pelo Maralto, mas que Michele não aceitou, e conta para Glória, que se revolta. Ela conta essa informação a todos os moradores da Concha e cria uma perigosa revolução, fazendo com que todos os que tiveram que sair de lá invadam, deixando Michele sem outra alternativa que não seja fugir. Marco se torna o grande líder dessa revolução.

Joana e Michele, então, descobrem que o Maralto sabotou a Concha, tendo culpa na tempestade de areia, como uma tentativa de aplicar um grande golpe. Então, juntas, elas querem provar ao povo que todos foram vítimas do pessoal do Maralto e seus planos malignos.

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

Enquanto investigam, elas descobrem que Rafael foi manipulado para sabotar a Concha. Ela mostra para todo mundo o que aconteceu e culpa Marcela, que passa a ser mais odiada do que nunca. Ela é capturada pelo pessoal da Concha e André se torna o chefe do Processo do Maralto e pede por guerra. Então, a temporada chega ao fim deixando um espaço para uma grande guerra nos próximos episódios, que serão os finais.

A quarta e última temporada de 3% estreia nesta sexta-feira, dia 14 de agosto.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: